Recurso que pede afastamento de Flordelis da Câmara é julgado hoje

A Justiça julga hoje recurso que pede a perda das funções públicas da  deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD), acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson Carmo, em 2019. O julgamento acontece, às 13h30, na 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio e acontecerá de forma virtual.

A ação é movida pelo Ministério Público, que ingressou com o recurso depois que o juízo da 3ª Vara Criminal de Niterói negou o pedido da perda do mandato da deputada. Na ocasião, a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce dos Santos, da 3ª Vara Criminal de Niterói, ao negar o pedido do MP disse que não havia indicio de que os delitos imputados à deputada tinham relação com o exercício do mandato.

Dessa forma, a magistrada não via necessidade do afastamento da deputada da função pública por conta da acusação. No processo de homicídio, além de Flordelis são acusados mais 10 integrantes da família da parlamentar.

Conselho de Ética

A representação contra a deputada Flordelis (PSD-RJ) no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados também será analisada pelo colegiado hoje, a partir de 14h30. Para dar andamento à análise, será sorteado um relator para o caso de Flordelis. Caso o colegiado decida pela cassação da parlamentar, essa decisão também deve ser referendada pelo plenário da Casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =