Record decide expulsar Nego do Borel de ‘A Fazenda 13’ após suspeita de estupro

Após acontecimentos durante a madrugada deste sábado, artista passou a ser investigado pela Polícia Civil por suspeita de estupro de vulnerável

De acordo com informações, a decisão pela saída do funkeiro não foi unânime na alta cúpula da emissora, mas a pressão do público e principalmente dos patrocinadores foram fatores determinantes para a saída de Nego do jogo. A assessoria de imprensa do artista, por meio de nota, confirmou o desligamento de Nego do Borel do reality show

No quarto da sede de A Fazenda 13, durante a madrugada deste sábado (25), Dayane Mello, visivelmente embriagada, foi se deitar e Nego do Borel estava na cama. O cantor Mc Gui questionou se a modelo queria mesmo ficar ali e, em seguida, Tati Quebra Barraco e Solange Gomes falaram para o peão não tentar nada, pois a modelo estava sob efeito de álcool.

Os peões ainda orientaram Nego do Borel a deixar a cama. Mc Gui falou que ele deveria sair, pois, com a moça bêbada, ele seria acusado. O cantor, no entanto, permaneceu no local. Erasmo Viana disse que não via problema, afinal, os dois estavam “solteiros” e acusou os colegas de “colocarem fogo na situação”.

No entanto, quando as luzes foram apagadas pela produção, o público que acompanhava a transmissão 24 horas do reality ouviu algumas falas de Dayane que geraram preocupação. Num primeiro momento, a peoa disse: “É que eu tenho uma filha”. Momentos depois, Dayane teria voltado a falar e pediu: “Para com isso, Nego”.

A equipe jurídica de Dayane Mello foi até a sede de A Fazenda 13, em Itapecerica da Serra (SP), acompanhada de um grupo de policiais para entrar no local e buscar provas de que a modelo teria sofrido uma violação física enquanto estava alcoolizada. A equipe denunciou o funkeiro, que agora passa a ser investigado pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de estupro de vulnerável.

A Record confirma que acompanha o caso e anunciará o desfecho de sua decisão na noite deste sábado, ao vivo, durante o reality show. “Deixamos claro que somos a favor de que a justiça seja feita e por isso pedimos para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet”, afirma comunicado divulgado pela emissora.

Foto: (divulgação/rede social)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =