Recém-nascido é abandonado em estacionamento de hospital em SG

Um bebê, ainda com a placenta, foi abandonado na manhã de terça-feira (27) em uma calçada próxima ao Hospital Municipal Luiz Palmier, no bairro Zé Garoto, em São Gonçalo. Segundo informações fornecidas pela administração municipal, a criança, do sexo feminino, está bem e foi socorrida por enfermeiras da unidade ao Pronto Socorro Infantil Darcy Vargas, que fica ao lado da unidade municipal onde a bebê foi encontrada.

A Prefeitura da cidade confirmou que o recém-nascido foi encontrado por volta das 7h e foi encaminhado para atendimento no Pronto Socorro Infantil, onde passou por exames que atestaram o bom estado de saúde da criança. A Polícia Militar esteve no local e encaminhou o caso para a Polícia Civil, que vai investigar o fato.

“A criança foi encontrada ainda com a placenta por funcionários da unidade, que encaminharam a criança ao Pronto Socorro Infantil (PSI) Darcy Vargas, unidade de saúde que fica ao lado do HLP. No PSI a criança passou por exames médicos que comprovaram a boa saúde. Ela inclusive está se alimentando sem problemas”, informou a Prefeitura de São Gonçalo.

A criança aguarda transferência para a Maternidade Municipal Dr. Mário Niajar, no Mutondo, onde vai passar por exames complementares. Por se tratar de uma maternidade, a unidade possibilita que os cuidados que a criança requer nessas primeiras horas de vida sejam plenamente atendidos. O plantão da assistência social do Pronto Socorro Infantil já iniciou os trâmites para que a criança seja resguardada, seguindo as diretrizes do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente

Segundo informações da Polícia Civil, uma equipe do 7° BPM (São Gonçalo) foi acionada, naquele horário, para atender a ocorrência. Ainda de acordo com a autoridade policial, o recém-nascido estava na calçada do hospital, na Praça Stefânia de Carvalho, em um estacionamento. A Civil informou que a criança está sob a guarda do assistente social Roney Miranda Teixeira e, na sequência, deve ser encaminhada ao Conselho Tutelar.

A polícia também informou que a criança não possuía documento ou atestado que auxiliasse na identificação. De acordo com o delegado Allan Duarte, titular da 72ª DP (São Gonçalo), diligências estão em andamento para identificar o responsável por abandonar a recém-nascida no local. O Hospital Municipal Dr. Luiz Palmier possui câmeras de segurança que podem ajudar a polícia a identificar a mãe do recém-nascido. A distrital tentará identificar quem é a mãe da criança, que poderá responder por abandono de incapaz.

Outro caso

Outro episódio envolvendo abandono de bebê em São Gonçalo comoveu a cidade, há pouco menos de dois anos. Uma criança com poucas horas de vida foi encontrada abandonada na manhã de 27 de agosto de 2019 por um estudante universitário embaixo de um carro, na Rua Belo Horizonte, no bairro Porto da Madama, em São Gonçalo. Socorrida ao Pronto Socorro Infantil, a criança sobreviveu sem sequelas.

Batizado como “Pedro” pelos policiais e pelo universitário que o socorreu, o menino entrou na fila da adoção e foi entregue a uma família cadastrada no Cadastro Nacional de Adoção. A mãe da criança foi localizada pela 73ª DP (Neves), responsável pela investigação do caso e, em depoimento, afirmou “não saber” o motivo para ter abandonado a criança. Ela responde em liberdade por abandono de incapaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =