Reality show com aderecistas da Viradouro

Reality show de bolo, casamento, aquário e convivência de um modo geral já caíram no gosto das pessoas. Mas e um reality show com aderecistas das principais escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro? Essa é a proposta do “O Aderecista” que será exibido nessa terça-feira (9) às 19h no Facebook e Youtube. A competição entre os profissionais das escolas de samba, que nessa primeira temporada de quatro episódios serão da Viradouro, Portela e Mocidade; quer valorizar e dar visibilidade para esses verdadeiros artistas das agremiações.

O primeiro lugar ganhará um troféu e uma TV de LED e os demais fornos micro-ondas e foram escolhidos um aderecista e um assistente de cada escola. A Viradouro estará sendo representada por Biano Ferraro e Wladimir Viana. Além disso a competição terá participação dos carnavalescos da vermelha e branca de Niterói, Tarcisio Zanon e Marcus Ferreira, orientando os competidores. Representando a Portela estará a dupla Vera Galvão e Deborah Portela e a Mocidade por Guilherme Ferreira e Kaleb Lopes.

“Estava faltando um pouco mais disso mesmo, de espaço para que a gente possa mostrar mais o nosso valor. É tanto trabalho que fica escondido dentro dos barracões, de ateliê, que a gente realmente tem que mostrar pra todo mundo”, contou o aderecista da Viradouro Biano Ferraro.  

De acordo com nota “O Aderecista” é um projeto da Muitamídia, que vai produzir outros modelos inéditos de reality para a Viradouro, que foi a última campeã da Sapucaí em 2020, também enaltecendo profissionais que têm pouco destaque e que são fundamentais para a realização dos espetáculos que encantam o público no Sambódromo carioca. Os jurados da disputa são os carnavalescos Alexandre Louzada, da Beija-Flor, Edson Pereira, da Vila Isabel, e o ator Aílton Graça, torcedor do Salgueiro e da Mangueira. A jornalista Alice Fernandes é a apresentadora da atração.

Aílton Graça também enalteceu a queridinha de Niterói. “É um alento para a gente que ama Carnaval. E parabéns à Viradouro por essa iniciativa. A gente precisa disso, sobretudo no Rio, porque o carnaval é o cartão postal do Rio de Janeiro”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =