Reaberta Escola Diaconal Maria Auxiliadora em Araruama

EDMA, da Arquidiocese de Niterói, reinaugura, neste mês, na Região dos Lagos, no município de Araruama a formação para diáconos permanentes.

A Escola Diaconal Maria Auxiliadora (EDMA), na Região dos Lagos, será acolhida pela paróquia de São Sebastião, onde serão realizadas a formação para diáconos permanentes. A formação deve durar cinco anos, sendo quatro anos de formação academica e um ano de experiência pastoral. Dentre o conteúdo estudado pelos candidatos, estão matérias da área de Teologia Fundamental, Cristologia, História da Igreja e da Salvação, e um vasto currículo, que ajudará os participantes a exercerem seu ofício. A jornada letiva terá início no dia nove de março, a aula inaugural acontece no dia 23 de fevereiro, às 9h, em Araruama.

O diaconato é importante desde o tempo dos Apóstolos. Estão entre os diáconos permanentes: Santo Estevão, Mártir, São Lourenço, São Beda (o Venerável doutor da Igreja), etc. Estes são homens casados ou celibatários que, chamados para seguir Jesus Cristo Servidor, recebem o Sacramento da Ordem do Diaconato, através da imposição da mãos do bispo. O diácono dá testemunho de vida em comunhão, de forma privilegiada, a partir de sua família e ambiente de trabalho.

“O carisma do diácono, sinal sacramental de “Cristo Servo”, tem uma grande eficácia para a realização missionária com vistas à libertação integral do homem”. (Documento de Puebla, 697). Toda formação para este itinerário é oriunda dos documentos da Congregação para Educação Católica, Congregação para o Clero e as Diretrizes da CNBB, nº.: 56. A EDMA, desde 2005, quando da inauguração, formou, aproximadamente, 70 novos diáconos permanentes, enriquecendo o presbitério e as vocações da Igreja.

COMO PARTICIPAR — O monsenhor José Airton de Azevedo Guedes, responsável pela EDMA, falou sobre o retorno das atividades, e também do que se espera de cada candidato: “Homens das diversas igrejas, desta vez, especialmente da Região dos Lagos e rural. Já reconhecidos, com o auxilio de seu pároco e comunidade eclesial, são homens de boa índole e fé, de reta intenção e desejo evidente de servir, sem vanglória. Atualmente, estamos com 42 alunos, o curso acontece aos sábados, das 8h às 13h, em Araruama. Para realizarmos bem essa tarefa, contamos com o apoio do padre Alex, como secretário, e do diácono Marcelo Leão, como coordenador acadêmico”, concluiu Guedes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *