Raymundo Nery Stelling Junior: POR UMA NAÇÃO ÉTICA

Parece ser caso comum, porém, frente ao degradante quadro de valores que assistimos em nossa comunidade nacional, se faz mister ressaltar: precisamos reforçar e retomar o comando ético das relações em nosso país para que possamos, efetivamente, definir um projeto nacional de recuperação e de soerguimento de nossa cambaleante realidade que tem atingido a milhões e milhões de brasileiros (de todas as classes, mas, sobretudo, dos que se encontram em situação mais vulnerável – e não são poucos).

Certamente que tal caminho passa por um eixo que todos nós somos cientes que é o Eixo da Educação – para tanto, se torna imperativo que este eixo volte a ser devidamente prestigiado e, em todos os sentidos: valorização imediata e real da Classe do Magistério bem como unidades escolares e afins para a aprendizagem com reais capacidades e qualidade de funcionamento.

Não pode a sociedade nacional brasileira continuar a não tomar a efetiva opção de lutar pela Educação em nosso país que – com honrosas e destacadas exceções de homens públicos devotados sinceramente a este Causa, a maioria dos políticos e governantes só utilizam este Eixo no sentido de propagandas enganosas que nada atendem à reais demandas que a sociedade precisa e, portanto, reproduz permanentemente uma “atmosfera” de desesperança e de descrédito sobretudo nos profissionais da Educação e, pior ainda, nos educandos que deixam de considerar este Eixo algo vital para sua formação pessoal e profissional frente a uma realidade a um Mercado de Trabalho que não anda em real compasso na maioria das vezes com as propostas educacionais que se apresentam.

Sabemos que uma Nação se tona soberana e capaz de responder aos justos anseios e sonhos de sua população por uma realidade presente e futura de qualidade, quando se ocorre investimento numa Educação que sirva como pilar para um desenvolvimento sustentável.

No entanto, precisamos estar bem alertas ao fato de que, ao lado de uma formação profissional, científica qualitativa e pertinente se torna indispensável a formação humana no sentido dos princípios que devem reger a vida societária pautados fortemente por uma ética pessoal e por uma ética coletiva aonde as relações contemplem de forma digna os direitos e os deveres através dos quais uma comunidade deve defender e promover permanentemente.

Exemplifico com uma situação que há algum tempo me falaram: Estava um repórter brasileiro numa adiantada nação europeia quando observou que existia numa estação uma roleta liberada para quem desejasse por ela passar; porém, ela era destinada a situações especiais tipo se a pessoa perdeu seu dinheiro para passagem e assim por diante: alguma necessidade justificável. No entanto, observava o repórter que as pessoas passavam pelas roletas pagas procedendo evidente ao devido pagamento das passagens para acesso. A certa altura o repórter foi perguntar a uma senhora que passava o porquê ela e tantos outros não passavam pela roleta liberada já que assim ela estava e sim pelas roletas pagas. A resposta foi referencial: “Por que alguém, sem justificável motivo faria isso?”

O observar de condutas pautadas em valores se faz essencial quando consideramos a perenidade de uma sociedade….se torna imperativo que em todos os espaços de convivência social a começar pela família, pela igreja , pela escola e pelos exemplos dados pelos dirigentes eleitos e indicados pelo poder público legítimo para importantes funções este parâmetro se faça efetivo e, claro nunca deixando de observar que a sociedade é composta por pessoas, portanto, esta ética deve começar em seu mais forte “nascer” dentro de cada cidadão.

Assim prezados leitores ilustro o sentido maior da mensagem deste Artigo de hoje: que consigamos despertar e cultivar em toda sociedade este sentimento comum e pessoal de responsabilidade e de ações permanentes voltadas e alicerçadas na Ética!

Professor Doutor Raymundo Nery Stelling Júnior (PhD in Science Education – USA / Master in Administration – Total Quality Management – USA) é Presidente-Chanceler do IFEC – Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência (www.ifec.org.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + dezessete =