Raymundo Nery Stelling Junior: Educar significa forma para o bem

Muitas pessoas quando vão se referir ao tema “Educação”, limitam-se a considerar a parte formal, qual seja, aquela promovida pelas unidades escolares … no entanto, o Ato de Educar possui e se identifica numa dimensão muito maior e, assim, posto, a Educação informal concorre, igualmente, poderosamente, sobretudo para o desenvolvimento de valores e atitudes.

Numa sociedade amplamente atingida pela quebra seguida da Ética nos mais diversos segmentos e setores, as crianças e os jovens são bombardeados por uma incessante sequência de informações negativas e errôneas que acabam lhes passando uma visão alienante e deturpada do como realmente atuar enquanto cidadão, enquanto ser vivente que merece ter dignidade da mesma forma que tem o dever de saber respeitar o próximo e as demais formas de vida criadas por Deus como a Flora, a Fauna e o Ambiente Natural.

Certamente os prezados leitores já ouviram por diversas vezes que quando uma criança muito reservada na sua forma de ser; quando um idoso se encontra solitário; quando uma pessoa se encontra debilitada pela saúde; quando irmãos nossos se encontram num estado de saúde que relativiza sua percepção do mundo real, a presença de um animalzinho se torna uma possibilidade de alento dentro deste quadro, posto o fato de receber mais de – e aqui que centro meu pensamento no contexto do que desejo me expressar: dar atenção e carinho permite que um “elo” possa se estabelecer e que colabore efetivamente para a melhora ou até conforme o caso reversão do quadro.

O que pretendi no parágrafo acima é identificar a importância do sentimento de doação para que nós próprios nos sintamos enriquecidos espiritual e sentimentalmente e assim nos tornamos seres mais capazes de sermos felizes, porquanto, nos tornamos fraternos na relação com o outro, com a vida!

Assim me posicionando aqui me referindo com um Projeto de amor ao próximo … mais sobretudo ao ” próximo que está a chegar” e intitula: PROJETO CEGONHAS DE LUZ que destina-se a apoiar as mães que sejam de fato, carentes e cujos bebes correm o perigo de nascerem ter os materiais básicos para sua primeira fase de vida.

Possui esta denominação pelo fato do imaginário das crianças, em geral, os bebês chegam através das cegonhas e que consideramos a sacralidade do atoa da Vida, portanto, cada criança que nasce reafirma nossa certeza de que Deus ainda acredita nos homens.

Numa sociedade que se pontua cada vez com mais violência e distorções sérias que tem levado novamente muitas e muitas famílias à pobreza maior, preocupa-nos a “chegada em nosso mundo” destes seres tão pequeninos e indefesos e que esta chegada neste primeiro instante se faça com o mínimo necessário para serem acolhidos com respeito.

No momento em que se procede, periodicamente à entrega destas “Bolsas Maternidade”, as futuras mamães (ou as que já possuem filhos também) presentes – cadastradas para termos a certeza absoluta de que realmente são carentes e a bolsa se torna um diferencial para o nascimento de seus bebês, também são munidas com palavras que identificam a responsabilidade da ato de ser Mãe sobretudo num mundo de desafios aonde a presença consciente e amorosa delas ao lado de seus filhos, por toda a vida, se mostra um elemento educador e um diferencial poderoso para que trilhem no caminho do Bem sempre as tendo como exemplo.

Nos Encontros que ocorrem ( fora do momento de Pandemia) e/ou através de Vídeos orientadores as mamães carentes que participam recebem a Bolsa como também e por vezes ocorrem encontros com as que já participaram do projeto e seus filhos já nascidos que estiveram presentes, num grande congraçamento fraterno – símbolo do objetivo maior do Projeto: exaltar a importância ada afetividade, da amorosidade num mundo tão conturbado,, mas, sobretudo o sinalizar como essencial para que as mães possam cumprir seu papel de centralidade ao receberem seus bebês e a partir daí sua missão sagrada de os acompanhar pela vida com amor e orientação!

Professor Doutor Raymundo Nery Stelling Júnior (PhD in Science Education – USA / Master in Administration – Total Quality Management / USA) é Presidente-Chanceler do IFEC – Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência (www.ifec.org.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =