RAYMUNDO NERY STELLING JUNIOR – A NATUREZA PEDE RESPEITO

Comemoramos no dia 5 de Junho o DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE conforme Assembleia da ONU – Organização das Nações Unidas ocorrida no ano de 1972.

Todo dia é dia de atuarmos a favor da Natureza, portanto, a favor da Vida; no entanto datas como esta se tornam emblemáticas para podermos conjuntamente refletirmos acerca da importância desta temática que se encontra diretamente absolutamente ligada a qualidade de Vida na Terra e até mesmo a sua continuidade…

O Ser Humano determinou em seu processo civilizacional que deveria assumir o papel de senhor da terra e portanto considerando-se superior a todas as demais espécies propiciar a seu bel prazer todos os encaminhamentos de ocupação e exploração do Ambiente natural de nosso planeta sem no entanto se deter em critérios que preservem 0 estes espaços naturais que se encontram, intrinsicamente ligados a Existência no seu sentido mais amplo.

Temos na Atualidade o claro entendimento que diversas consequências da devastadora ocupação humana nos legam situações emergenciais para uma ação reparadora (no que ainda for possível … infelizmente muitas espécies e espaços naturais já foram devastados e extintos…) que no entanto não é empreendida devido a interesses de ordem econômica que preponderam sobre os valores maiores de e da Vida!

Somos cientes que os danos tem trazido gravíssimas consequências como a redução do espaço cultivável devido à perda de solos; ao uso indiscriminado das reservas de água potável que são essenciais a vida como a conhecemos; a poluição recorrente de mananciais de água, rios, lagos mares e oceanos colocando em sério risco a Vida no planeta.

Certamente se torna mister que entendamos de uma vez por todas que não somos os donos da Criação mas sim Deus e o Livre Arbítrio que ele delegou aos homens não nos autoriza a atuarmos de forma tão indiscriminada e criminosa contra a Fauna , a Flora e o Ambiente Natural em todas as suas manifestações existenciais… devemos sim ter a humildade de percebermos que somos apenas parte desta Natureza e que dela dependemos integralmente até mesmo porque com todo nosso acervo de conhecimento geral e científico acumulado ao longo de milhares e milhares de anos sobretudo na contemporaneidade não identificamos qualquer outra parte do universo que possa abrigar nossa forma de Vida Terráquea e os supostos lugares identificados se localizam a impossíveis distâncias de lá chegarmos – pelo menos em longo, longo espaço de tempo….

De toda forma fique a lição de casa para todos nós neste Dia Mundial do Meio Ambiente que devemos mais do que nunca quando já caminhamos para um montante de oito milhões de seres humanos viventes e dependentes na e da Terra que precisamos mudar nosso comportamento agressivo e irracional e compreendermos que é necessário sim o desenvolvimento econômico até para manter tantos seres humanos; no entanto, não o podemos fazer a custo de irresponsabilidades que trazem, que legam, destruições irreparáveis nos conjuntos da Fauna, da Flora e do Ambiente Natural – muitos dos quais irreparáveis!

Precisamos mais do que nunca em pleno terceiro Milênio, em pleno Século XXI sermos seres que possuam a compreensão plena da profu8nda responsabilidade que nos foi legada de cuidarmos deste imenso e riquíssimo patrimônio natural e que se fizermos bem nossa Lição de Casa certamente estaremos legando as gerações que nos sucederam um Espaço de Vida com

qualidade e com a certeza de continuidade para nós humanos e todas as demais espécies viventes!

Professor Doutor Raymundo Nery Stelling Júnior é (PhD in Science Education / USA, Master in Administration – Total Quality Management / USA) é Presidente – Chanceler do IFEC – Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência (www.ifec.org.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.