Rastro de sangue levou à prisão de suspeita de abandonar recém-nascido

Está presa a mulher, suspeita de ser mãe do recém nascido encontrado morto e esquartejado, na manhã dessa terça-feira (10), na Comunidade do Rato Molhado, no bairro da Ampliação, em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG) encontrou indícios suficientes que ligam a mulher ao crime.

Segundo informou a especializada, após trabalho de perícia de local, os agentes observaram a possibilidade de ter havido um parto naquele lugar, horas antes do encontro do corpo. Em seguida, os policiais da Delegacia de Homicídios encontraram um rastro de sangue que poderia indicar a localização do autor do crime.

Os policiais seguiram a trilha por aproximadamente 1 km e encontraram a possível mãe da criança, escondida em sua casa, com sinais de parto recente. Os policiais a conduziram a um hospital da região, onde um médico comprovou que ela havia acabado de ter o filho.

Após a confirmação do parto, os policiais conduziram a mulher à sede da DHNSG, onde foi dada sequência ao trabalho de investigação. Após reunir provas suficientes, a delegacia especializada decidiu confirmar a prisão em flagrante da suspeita, por crime de homicídio. Ela foi encaminhada à carceragem da distrital.

Crime macabro

Na manhã dessa segunda, policiais militares do 35º BPM, foram ao endereço, na Rua Manel Lopes de Oliveira, com a denúncia de que haveria o corpo de um recém-nascido abandonado no local. Quando chegaram, os militares constataram a existência de um feto já sem vida, e com os braços e as pernas arrancados. Os agentes pontuam que não é possível confirmar se o esquartejamento foi feito por humanos ou animais, após o abandono da criança.

Ainda segundo os policiais, em um primeiro momento não foi possível identificar a presença de câmeras de segurança que pudessem ter flagrado o abandono. A mãe deverá ser submetida a exames de DNA para comprovar a maternidade. O corpo do bebê, que era um menino, tinha cerca de 30 centímetros, o que indica uma gestação de aproximadamente seis meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 14 =