Ralff Abreu é vice-campeão mundial de beach tennis

Ralff Abreu, niteroiense e ex-top 10 mundial, foi vice-campeão no torneio do circuito mundial ITF de Garopaba (SC), evento com premiação de US$ 15 mil. Ralff, 56º do mundo, e o parceiro João Lauro Carneiro, superaram na semifinal o italiano Alessandro Calbucci e, número 1 do mundo, e o também itaiano Tomaso Giovannini, quinto colocado, por 6/3 6/2 e na final, poucas horas depois, foram derrotados pelo mesmo placar diante dos brasileiros Vinicius Font, oitavo, e André Baran, sexto, melhor dupla do Brasil da atualidade.

“Torneio muito difícil, condições de muito vento, difícil de jogar, muito sol, tivemos que jogar muito concentrados desde a estreia. Tivemos chave difícil e a semifinal foi o jogo perfeito do ano, conseguimos nos impôr sobre a melhor dupla do torneio, não demos chances para eles. Na final tentamos uma estratégia desde o começo, Vini e o Baran acabaram controlando a situação e foram superiores. Mas foi um resultado muito bom, estou muito feliz de voltar numa final de torneio de primeira linha, contente pelo João Lauro que evoluiu muito, tem jogado cada vez melhor, isso dá muita confiança para a próxima temporada. Agora vou para a África jogar com o Ivan Syrov e com esses pontos que somei aqui em Garopaba devo ficar perto do meu objetivo de fim de 2019 que é ficar no top 30”, disse Ralff que disputa o o último torneio do ano no próximo final de semana em Plettenverg Bay, na África do Sul, evento com premiação de US$ 35 mil.

Sobre Ralff Abreu

Ralff Abreu, nascido em Niterói em fevereiro de 1983, foi tenista e começou no Beach Tennis em 2011. Tem 14 títulos nível mundial ITF na carreira.

Em 2017, ao lado de Diogo Carneiro, teve seu melhor ano alcançando o top 10 do ranking mundial. Foi campeão do ITF de João Pessoa (PB), Maceió (AL), Balneário Camboriú (SC), São Miguel do Gostoso (RN), foi vice-campeão em Guadalupe, Niterói (RJ), vice-campeão Mundial pela Seleção Brasileira por Equipes na Rússia, semifinalista do Mundial de Duplas em Cervia, na Itália.Em 2016 foi campeão Pan-Americano em Aruba e em 2017 venceu a Nations Cup, a Copa das Nações, contra a Itália, no mesmo país.

Em 2019 foi vice-campeão no ITF de Brusque (SC) e campeão no ITF de Niterói (RJ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − oito =