Quatro presos por tráfico no conjunto Minha Casa Minha Vida de Itaipuaçu

Davi Oliveira Nunes da Silva, de 23 anos, Raiane Camilo Dantas Gomes, de 19 anos, Luan Daniel Ferreira, de 18 anos, e Daniel da Silva Dutra, de 19 anos, foram presos pela 6ª Cia do 12º BPM, na noite de terça-feira (24), em mais uma das várias ocorrências registradas em conjuntos habitacionais construídos em Maricá, com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida.

Os policiais foram acionados após denúncia de criminosos armados no condomínio, situado na Avenida Carlos Mariguela, em Itaipuaçu. De acordo com o informe, os criminosos estariam na prática de venda de drogas. Um cerco foi montado e os quatro acusados foram presos. Durante trabalho de vasculhar o local, os policiais apreenderam duas mochilas com material entorpecente. Os quatro acusados foram conduzidos para a 82ª DP (Maricá).

Na tarde do dia 15, por exemplo, em outra ocorrência, uma criança, de 8 anos, foi atingida por “bala perdida”, durante um confronto entre traficantes, no conjunto habitacional Minha Casa Minha Vida, de Itaipuaçu. Segundo informações, o menino estava brincando no bloco B dos apartamentos, quando traficantes rivais se enfrentaram a tiros. A criança foi encontrada baleada por moradores e socorristas do Serviço Atendimento Médico de Urgência (SAMU) da Prefeitura de Maricá foram acionados e realizaram os procedimentos de primeiros socorros. O tiro atingiu o braço e tórax do menino, que foi levado para a Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro de Maricá, e de lá transferido para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, São Gonçalo.

Menos de um mês antes, após denúncias, PMs da 6ª Cia do 12º BPM e bandidos entraram em confronto mesmo residencial, com apreensão de drogas e arma, e até fuga de criminoso seguido muito tumulto envolvendo moradores. Na ocasião, um indivíduo, que já estava dominado inicialmente dentro da viatura, “conseguiu se desvencilhar da algema e entrou em luta corporal com um componente da guarnição, conseguindo abrir a porta e fugir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 − 1 =