Quadrilhas de roubos de cargas continuam a aterrorizar São Gonçalo

Augusto Aguiar –

O trabalho de levantamento do Instituto de Segurança Pública (ISP) e os mais recentes números, referentes ao mês de outubro, sobre a incidência de roubos de cargas em São Gonçalo, mostram que essa modalidade de crime continua sendo um dos maiores desafios da segurança pública na cidade. De acordo com os mesmos dados, houve um salto de 98,6% na comparação dos meses de outubro do ano passado para o mesmo período de 2017.

Se no ano de 2016 as 74 ocorrências registradas em delegacias do município já serviam de alerta, em outubro de 2017 esse número pulou para 147, praticamente duplicando em termos de incidência. Vale lembrar que por iniciativas dos governos federal e estadual, começando no mês de maio, foi implementada uma grande ofensiva com objetivo de “estrangular” e reduzir a ação de diversas quadrilhas que atuavam em vários pontos do Rio, mas se por um lado ações conjuntas Polícia Rodoviária Federal (PRF) e das Forças Armadas decresceram os números no município do Rio e na Baixada Fluminense, por outro lado em São Gonçalo a tendência está na “contramão”.

Na cidade, a ousadia dos criminosos está cada vez maior, surpreendendo até mesmo a própria polícia. Foi o que ocorreu na manhã de segunda-feira (27), quando inspetores de plantão na 72ª DP (Mutuá) tiveram uma surpresa, com um barulho muito forte na frente da delegacia. Ao checarem o que havia ocorrido, alguns homens entraram na distrital dizendo que estavam sendo seguidos por meliantes para roubar o caminhão onde estavam. As vítimas afirmaram que foram perseguidos inclusive pela Avenida 18 do Forte, onde está situada a distrital.

O condutor do caminhão explicou que teria percebido quando bandidos de uma quadrilha especializada em roubos de cargas passou a perseguir o caminhão para realizar uma abordagem e praticar o roubo da carga, pertencente uma rede de lanchonetes. O motorista alegou que não houve alternativa para ele a não ser invadir a calçada da delegacia e colidir contra um poste, na frente da distrital. Ao perceberem que estavam na frente na delegacia, os bandidos que estavam em outro veículo, manobraram e fugiram na direção da Rodovia Niterói-Manilha, não sendo mais localizados pela polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *