Quadrilha do “golpe do chope” ataca em Niterói

Augusto Aguiar –

Atenção, administradores de cervejarias, choperias e afins. Uma quadrilha especializada em aplicar golpes em estabelecimentos do setor está fazendo vítimas tanto no Rio quanto em Niterói, e o fato já está sob investigação da Polícia Civil, que está apurando a extensão dos prejuízos. De acordo com relatos, na quinta-feira passada duas conhecidas empresas que atuam em Niterói foram vítimas do bando. As ocorrências foram registradas.

O golpe consiste em encomendar barris de chope e todo o equipamento auxiliar para servir o produto, para entrega numa residência previamente alugada para essa finalidade. Em seguida, os criminosos retiram os produtos do local e depois revendem para receptadores. Uma dessas ocorrências foi registrada no Largo da Batalha, na região de Pendotiba, quando uma conhecida cervejaria atendeu a um pedido para entrega de barris de chope, cilindros de gás e itens para manusear a bebida, e acabou amargando prejuízo de cerca de R$ 5 mil.

“Os criminosos solicitam a entrega dos produtos na residência alugada e depois enviam um veículo de aplicativo para recolher e levar todo o material. Soubemos que outra empresa do setor, que também atua com serviço de delivery, foi lesada (não sei quanto), mas foi da mesma forma. Eles usam o imóvel alugado para atrair as vítimas. No nosso caso eles levaram a máquina com cilindro de gás, além dos barris. Um suspeito de envolvimento nesse golpe e com essa quadrilha chegou a ser preso, mas acabou liberado depois”, explicou o proprietário de uma conhecida cervejaria de Niterói.

Ele adiantou ainda que há registros da atuação da quadrilha também no bairro de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, e que os envolvidos no golpe também atuam com receptadores das mercadorias (que podem ser outros comerciantes que atuam no ramo). Esses seriam os compradores de todo material furtado no Rio e em Niterói. Há indícios que os mesmos criminosos também estariam envolvidos com outros esquemas de fraudes, relacionados a diárias de hotéis e chips de telefonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *