Psiquiatra preso por abusar de crianças e adolescentes

A equipe de investigação da 71ª DP (Itaboraí) prendeu, nessa quarta-feira (20) um médico psiquiatra, que não teve a identificação divulgada, que estava sendo investigado há 2 anos, por suspeita de estupro e abuso sexual mediante fraude. Entre as vítimas, está uma criança de 11 anos.

Os policiais identificaram que outras vítimas seriam mais quatro jovens, de 18, 19, 20 e 23 anos. Segundo os investigadores, o suspeito, de 47 anos, se aproveitava pelo fato de ser médico psiquiátrico, para abusar das vítimas em sua clínica, em Itaboraí. Ele negou as acusações.

A delegada que coordenada as investigações, Norma Lacerda, afirmou que a polícia tem muitas provas contra o médico, inclusive um laudo de perícia, o qual prova que a criança de 11 anos foi realmente vítima de estupro. A 71ª DP representou pela prisão preventiva do médico, que vai ser encaminhado para o sistema prisional.

” A prisão do médico abusador foi importante porque estamos no semana de combate a crimes sexuais contra crianças e adolescentes. Temos cinco vítimas, sendo ela uma criança de 11 anos que foi abusada três vezes por seu psiquiatra. A criança foi encaminhada à Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DECAV), onde teve um atendimento com especialistas e psicólogos, que diante dos exames e fatos narrados constataram o estupro”, explicou a delegada.

O médico foi indiciado por “estupro de vulnerável”, no caso da criança e “violação sexual mediante fraude”, no caso das outras vítimas. O médico é registrado no Conselho Regional de Medicina, por Minas Gerais. A polícia acredita que outras vítimas devem procurar a 71ª DP para denunciar o psiquiatra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 2 =