Próximas horas serão decisivas para a criança atacada por pit bull

As próximas horas serão decisivas para a menina Ana Karen Oliveira Ximenes, de 1 ano e 11 meses de idade, que está internada após ser vítima de um ataque de pit bull, no Ingá, Zona Sul de Niterói. A garota continua em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, em São Gonçalo.

Segundo informações apuradas pela reportagem de A TRIBUNA, a menina, nos últimos dias, não foi submetida a novos procedimentos cirúrgicos devido ao delicado estado de saúde dela. Os médicos da unidade intensiva estão aguardando uma melhora no quadro de Ana Karen para decidir quais serão os próximos procedimentos.

De acordo com relatos preliminares, a menina moraria com os pais no estado do Ceará e estaria de férias na casa de familiares em Niterói. Relatos de testemunhas à polícia dão conta de que a mordida do animal teria sido na direção do queixo da garota. Após o ataque inicial, ela ainda teria sido arrastada pelo cachorro.

O caso foi registrado pela Polícia Civil como omissão na cautela de animais, Artigo 31 da Lei de Contravenções Penais (LCP). O proprietário do animal se apresentou voluntariamente à 76ª DP (Niterói) e prestou esclarecimentos. Segundo a distrital, ele admitiu que deixava o animal solto na vila de casas onde aconteceu o ataque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.