Promotor Luciano Mattos integra lista tríplice para novo Procurador Geral de Justiça do Rio

Raquel Morais

O promotor Luciano Oliveira Mattos de Souza, da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente de Niterói, está na lista tríplice para assumir o cargo como o novo Procurador Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (PGJ). Ele foi o candidato mais votado na última sexta-feira (11) e agora basta aguardar a escolha do governador em exercício Cláudio Castro. O documento será enviado, pelo presidente do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça, no dia 1º de janeiro de 2021; e a posse deverá ser no dia 15 do mesmo mês.

O representante escolhido vai ficar no mandato por três anos (biênio 2021/2023). Luciano teve 546 votos e o segundo nome mais votado foi o de Leila Machado Costa com 501 votos e Virgilio Panagiotis Stavridis com 427 votos.

A votação aconteceu de forma semi-presencial e outros nomes também foram votados como o procurador Marcelo Rocha Monteiro, que teve 143 votos, e Ertulei Laureano Matos com 93 votos.

Segundo nota no Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) exerceram seu direito ao voto 904 promotores e procuradores de Justiça, entre os 907 membros ativos habilitados a participar da eleição, que puderam escolher até três concorrentes ao cargo. Foram computados 1.714 votos apurados, sendo 1.710 válidos, com dois nulos e dois votos em branco registrados. Os votos foram computados através do Sistema Eletrônico de Votação (SEV) e a idoneidade do sistema é garantida pela auditagem externa realizada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + três =