Promessa de patrulhamento na orla

Augusto Aguiar –

Policiais militares do 12º BPM (Niterói) afirmaram, na manhã desta quarta-feira (02), que o policiamento está intensificado junto à orla do Gragoatá e Boa Viagem, onde pedestres e proprietários de quiosques estão se queixando de assaltos em série, praticados tanto à noite quanto nas primeiras horas da manhã. Foi o que ocorreu com um dos estabelecimentos situados na Avenida General Milton Tavares de Souza, conhecida como Avenida Litorânea, na manhã de terça-feira e na madrugada de segunda-feira, ou seja, dois assaltos num intervalo de menos de 48 horas.

“Estamos procurando intensificar o patrulhamento na região. A informação fornecida por um transeunte, de que ao comunicar a ocorrência não haveria viatura para o local por estar em manutenção não procede. A ordem é para os policiais patrulharem o local dia e noite”, explicou o subcomandante do 12º BPM, tenente-coronel Marçal.

A polícia ainda informou que as investigações buscam a identificação dos criminosos que estariam praticando os assaltos aos quiosques e clientes. A informação seria (ao contrário do que se pensa) que os criminosos que desafiam a polícia não seriam oriundos de comunidades da região.
Em outro ponto da Zona Sul, a polícia está tentando identificar os criminosos que tentaram atacar, na noite de segunda-feira, pedestres (entre eles uma criança) que estavam junto a uma casa de festas na Rua Cinco de Julho com Rua Santa Rosa, em Icaraí. A criança e duas mulheres estavam na calçada, próximo da casa de festas, por volta das 20 horas, quando ocupantes de um veículo (modelo Citroen, de cor preta) se aproximaram. Três suspeitos, sendo um deles supostamente portando um fuzil, ordenou que uma das mulheres entrasse no carro senão ele atiraria.

A criança e uma das mulheres correram para se abrigar atrás de um dos veículos estacionados no local, enquanto a outra (que foi abordada) correu e gritou, entrando na casa de festas. Os ocupantes do veículo deram marcha ré e ameaçaram a efetuar disparos. “(…) Foi um corre-corre, uma gritaria que eles saíram em disparada virando a Rua Santa Rosa (…) A polícia logo apareceu e quis saber detalhes do carro e dos caras. Resultado: acabou a festa, todo mundo abalado e inseguro. Foi horrível, mas acabou tudo bem. O que está acontecendo em Niterói é um absurdo, não tem mais sossego e paz”, afirmou uma das testemunhas, que preferiu não se identificar.

Na Zona Norte, PM afirma que está atenta à ação de criminosos
Com relação à Zona Norte, a PM informou na manhã desta quarta-feira (02), menos de 24 horas após uma tentativa de assalto resultar na morte de um criminoso em confronto com policiais, na esquina da Alameda São Boaventura, que militares em viaturas realizam patrulhamento em várias ruas para coibir a prática de assaltos a estabelecimentos comerciais e transeuntes. Ruas, como Tenente Osório e João Brasil, contam com ronda permanente.

De acordo com informações, mesmo com vigilância, por volta das 16 horas uma quadrilha tentou roubar uma filial das Lojas Americanas, nas imediações do Horto do Fonseca, sendo surpreendida pela polícia. Houve confronto e perseguição, que resultou num dos acusados baleado e morto em frente a uma drogaria. No local estariam outros bandidos dando cobertura, num veículo, modelo Siena, de cor branca, e uma motocicleta. No confronto parte do bando seguiu em direção ao bairro Caramujo e outros no sentido da Rua Desembargador Lima Castro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − seis =