Projeto social de Muaytai faz a diferença em Itaboraí

Geovanne Mendes

O sonho de um homem, se multiplicou e virou o sonho de dezenas de crianças e adolescentes em Manilha, Itaboraí. De origem humilde, filho de uma empregada doméstica e de um trabalhador autônomo, Gladstone Filho, de 28 anos de idade, é treinador e atleta da equipe Team Muaythai, que funciona em uma academia na cidade. Vencedor de vários títulos e torneios da categoria, Gladstone é detentor do cinturão de Muaythai semi-pro na categoria de 67 quilos conquistado em maio deste ano, no evento Uiama World Championship 2017, em Buenos Aires.

A carreira de um grande campeão, que começou, aos 18 anos e se formou em faixa preta aos 25 anos, já se tornou rotina na vida do lutador, que venceu todas as dificuldades para se destacar no esporte.

“Não fui de uma família rica, sempre tivemos as nossas dificuldades, mas foi o esporte que me mostrou o lado a ser seguido e como principlamente usar isso na vida social, sendo um orgulho para amigos e familiares que confiam em mim e é isso que busco toda vez que inicio uma luta, como esse esporte poderá ainda mais a minha vida e das pessoas que eu amo”, comenta o lutador.

Só que o sonho vivido por Gladstone foi tão grande que alcançou também as dezenas de crianças carentes que apareciam na academia para vê-lo treinando e que jamais poderiam pagar para treinar junto com o seu ídolo.

“Elas ficavam me assistindo treinar e muitas faziam aula experimental e não voltavam já que as suas mães não podiam pagar as mensalidades.Foi assim que eu resolvi abrir um horário para atender a essas crianças”, comenta.

Foi assim que nasceu o projeto social Team Stone Kids, que há seis meses vem atendendo gratuitamente cerca de 30 crianças entre meninos e meninas com idades que variam entre 6 e 12 anos. Os alunos treinam uma vez por semana, durante uma hora e meia e aprendem tudo sobre o Muaythai, só que para garantir a presença no tatame, algumas exigências são feitas pelo mestre Gladstone, como por exemplo: que os alunos tenham uma ótima frequência na escola,boas notas e que também sejam exemplo dentro de casa. Segundo ele, o esporte faz despertar nestes aprendizes um dever ético e social que as crianças irão carregar até depois que se transformarem em adultos.
” Estou sempre buscando novidade, coisas boas para a equipe e sempre mostrando que somos capazes de superar todas nossas dificuldades e limites. Costumo dizer que um líder ensina mais com seus exemplos do que com suas palavras.A educação e o esporte devem andar de mãos dadas, apesar de parecer uma categoria bruta e violenta,o que buscamos aqui vai além da força física, mas sim o controle mental. Assim eles saberão vencer as adversidades da vida com disciplina e sabedoria. Os meus planos é que a nossa equipe aumente e que possamos receber mais crianças, mudar mais vidas”, comenta Gladstone

“Eu sou muito feliz em ver o meu filho treinando aqui na academia, é um orgulho imenso ver o trabalho que o Mestre Gladstone tem feito com o meu filho e com as outras crianças. O meu filho é mais calmo, educado, tira boas notas na escola, enfim, mudou a vida da nossa família”, conta emocionada a mãe de um aluno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *