Projeto Pendurados Circo retoma as atividades na Praia de Icaraí a partir desta terça-feira

Alan Bittencourt

O circo é uma opção de lazer que fica gravado na memória de crianças e adultos. Agora imagine poder fazer as mesmas peripécias que os artistas circenses. Niterói, que já conta com o Projeto Fantástico Mundo desde 2017, terá novamente em ação o Projeto Pendurados Circo, a partir desta segunda-feira (27), na Praia de Icaraí.

O projeto, que conta com o apoio e parceria da Secretaria de Esporte e Lazer de Niterói (SMEL), através do secretário Robert Voss, promete plantar nos corações das crianças o amor pela arte circense. Formada pela escola de circo Picadeiro, de São Paulo, a professora Juliana Berti Abduchi falou sobre o retorno do Pendurados.

“O Projeto Pendurados Circo visa trazer, com excelência e segurança, o circo para a cidade de Niterói. São diversas modalidades. Por enquanto a gente está voltando só com o aéreo (trapézio simples, lira, faixa e tecido), mas a gente vai oferecer outras modalidades, como monociclo, acrobacias de solo (saltos e contorção), manipulação (swing, diabolô e malabares – bolinhas, aros e claves) e equilíbrio (parada de mão). Ou seja, estamos trazendo de volta um circo mesmo”, disse.

Será cobrada uma taxa mensal, cujo valor varia de acordo com o número de aulas por semana. Porém, os alunos que não têm condições de pagar não ficarão de fora.

“O Pendurados tem um viés social, que para mim é fundamental. Do total de vagas, 20% são destinadas a quem não pode pagar. Para participar, é necessário assinar um termo da cota social. Assim, fazemos nossa contribuição e, de quebra, temos a oportunidade de descobrir novos talentos”, afirmou.

Por conta da pandemia, o projeto teve que reduzir o número de alunos por aula. Neste primeiro momento, serão disponibilizados três liras e um trapézio durante as aulas.

“Antes da pandemia, tínhamos uma média de 10, 12 alunos. Teremos agora aulas com 4 alunos. São 20 vagas por semanas, sendo 4 sociais, que já estão preenchidas. Lembrando que não haverá compartilhamento de aparelhos”, informou a professora.

Para participar, o aluno deverá colocar na lista o seu nome e o equipamento que irá utilizar durante a aula. As listas serão confirmadas sempre nos dias que antecedem as aulas, que poderão ser canceladas por motivos de chuva e vagas incompletas. O aluno tem até 24 horas antes da sua aula agendada para desistir e cancelar a vaga. Caso isso não aconteça será cobrada a mesma.

Quem optar por participar uma vez por semana, o valor da aula é R$ 40. Já quem fizer duas aulas pagará R$ 70. Os valores são pagos semanalmente, através de dinheiro ou transferência bancária. As aulas acontecem às terças, quintas, sextas e sábados, de 6h15 às 7h45. Na sexta-feira ainda haverá uma aula noturna, das 19h às 20h30.

Quem se interessar poderá obter informações através do e-mail penduradoscirco@gmail.com, pelo Instagram do Pendurados (@penduradoscirco) ou ainda através do WhatsApp (21 982650645).

Fantástico Mundo
O projeto Fantástico Mundo começou em 2017, com aulas coletivas de circo e yoga, num espaço público subutilizado da cidade, e hoje reúne mais de 200 praticantes. Isso aumentou bastante a frequência cotidiana de moradores à praia e também possibilitou criar uma nova história para um local, até então fora de uso.

Os alunos que participam do projeto já se apresentaram em eventos na cidade, entre eles: Super Paddle e Canoa Havaiana, promovidos pela Secretaria de Esporte e Lazer, que chegou a reunir mais de 400 pessoas na Praia de Icaraí. Eles também participaram de uma ação promovida pela TV Globo, da Inauguração da Escola Municipal de Artes da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense, com um público de 500 pessoas, e do filme “Voa”, da marca Farm, que foi gravado nas praias de Niterói e Paquetá. Tão importante quanto, o projeto ficou em primeiro lugar na Mostra Competitiva de Circo Amador, realizada no Unicirco Marcos Frota, na Quinta da Boa Vista, no Rio, em 2019.

O Fantástico Mundo também promove a cada três meses o Cirquenique, um evento gratuito e aberto ao público, sempre na Praia da Boa Viagem. Já foram realizadas 8 edições desde 2018. Em troca de treinos e aulas de graça, além, é claro, das apresentações, o projeto recolhe doações para instituições carentes de Niterói. A cada evento um lugar é beneficiado.

Ele também é responsável por promover encontros de circo na praia em diversas modalidades, com profissionais de trapézio, lira, tecido acrobático e corda indiana. A intenção é estimular troca de conhecimento e a cooperação entre artistas circenses do Rio e de fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 9 =