Projeto Orla Gragoatá começa a avançar

Raquel Morais –

O elaborado Projeto Orla, que vai reestruturar a orla das praias do Gragoatá, Icaraí e Charitas, deu mais um passo importante com a publicação oficial de 11 decretos para desapropriações de imóveis do loteamento Jardim Fluminense. A reurbanização da Orla de Niterói, que também compreenderá o Centro, está em fase de liberação de edital para licitação da empresa que será responsável pela modificação dos 12 quilômetros.

O secretário Municipal de Urbanismo, Renato Barandier, explicou que o Jardim Fluminense contempla vários lotes do estacionamento que fica ao lado das Barcas, no Centro. “Estamos em fase de licitação e essa mudança da orla também faz parte do projeto de reforma da Praça Arariboia. Os projetos estão interligados e a intenção e reformar a frente marítima de Niterói”, frisou.

O secretário Executivo, Axel Grael, acrescentou que além dessa repaginada em uma das entradas do município, também será construída uma ciclovia em todo esse trecho. “O impacto será para o turismo, o lazer e a cidade terá uma orla muito mais atraente, inclusive com a padronização dos quiosques da Boa Viagem e de Icaraí”, completou.

O projeto contempla novos quiosques, construções de ciclovias sem interrupções, banheiros e estruturas como iluminação entre o Mercado São Pedro, na Ponta da Areia, até a praia de Charitas. O trajeto vai ganhar decks, mirantes e novo paisagismo. A previsão é de que os trabalhos comecem no primeiro semestre do ano que vem e sejam concluídos em 2020.

PROJETO ORLA
Será dividido em três frentes de obras, que poderão ocorrer de forma simultânea, mesmo que não sejam iniciadas ao mesmo tempo: do Mercado São Pedro ao Forte Gragoatá, do Forte ao início da Estrada Fróes e na praia de Charitas. De acordo com Prefeitura de Niterói o primeiro trecho a entrar em obras será entre o Forte e a Estrada Fróes, que totaliza quatro quilômetros, onde serão investidos R$ 1,8 milhão na reforma de calçadas e na arborização na calçada junto aos prédios – que além da harmonia estética, vai priorizar o ecossistema, com a utilização de espécies nativas. A Praça Getúlio Vargas também será revitalizada. O trecho também vai ganhar dois decks, um no Gragoatá e outro logo no início da Estrada Fróes. Na Fróes, o local se chamará “Mirante Grael”, em homenagem à família Grael, ídolos da vela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 7 =