Projeto de Tombamento do Tamoio é retirado de pauta na Alerj

A expectativa criada em torno da Sessão de ontem (24) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), por conta da votação do projeto de tombamento social, cultural e histórico do Clube Tamoio, foi substituída pelo sentimento de frustração e ausência de força e prestígio da deputada estadual Zeidan (PT), autora da proposta, que não conseguiu fazer com que o projeto fosse votado em plenário, o que, ao menos em tese, coloca em risco todas as edificações do complexo que abrigava o clube. Isto porque a Câmara Municipal de São Gonçalo já aprovou o ‘destombamento’ que protegia o prédio. Caso a medida seja sancionada pelo prefeito Capitão Nelson, não demorará para que os tratores iniciem a demolição.

A proposta tramitava em regime de urgência e já tinha pareceres favoráveis das comissões de Constituição e Justiça, Cultura, Esporte e lazer, Assuntos municipais e Desenvolvimento Regional. Mas, após a apresentação de uma emenda do deputado Jalmir Junior (PRTB), o projeto foi retirado de pauta, sem nenhuma satisfação a ser dada à sociedade, em especial, aos gonçalenses e partes interessadas na manutenção da preservação do Tamoio.

A Tribuna vem tentando, há três dias, falar com a parlamentar sobre o projeto. No entanto, ela não atende o telefone e nem retorna as ligações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.