Procura por hospitais continua grande em Niterói e São Gonçalo

Alan Bittencourt

Com o aumento recente do número de casos e óbitos provocados pelo coronavírus, Niterói e São Gonçalo veem seus hospitais sendo procurados cada vez mais por pacientes com sintomas da Covid-19. Tanto na rede pública como na particular dos municípios, a cada semana os leitos disponíveis são ocupados por mais pessoas diagnosticadas com a doença.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou em seu Twitter que dos 20 leitos abertos para pacientes de Covid no Hospital Municipal Carlos Tortelly, 13 estão ocupados, sendo que 9 são pacientes de cidades vizinhas.

“Isso também ocorre nos hospitais privados de Niterói. Apesar do controle da pandemia em nossa cidade, Niterói não é uma ilha no contexto metropolitano”, declarou.

O número de óbitos por Covid-19 em São Gonçalo saltou de 41 mortes no mês de outubro para 76 em novembro. Isso corresponde a um aumento de quase 90%. O município se encontra na fase 2, coloração amarelo claro, com risco médio de contaminação.

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, São Gonçalo voltou a registrar óbitos em decorrência do coronavírus nas últimas semanas. A cidade chegou a ficar dias sem registro de vítimas fatais, entre o final de outubro e início de novembro.

Até quarta-feira (2), São Gonçalo contabilizou 23.803 casos confirmados, 22.301 curados, 88 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 634 em quarentena domiciliar, 780 óbitos confirmados e 30 óbitos em investigação.

De acordo com dados da coordenação de cemitérios públicos de São Gonçalo, a cidade registrou em setembro 49 sepultamentos pelo Covid-19, 41 mortes no mês de outubro e 76 óbitos no mês seguinte. O município administra os Cemitérios São Gonçalo, São Miguel, Pacheco e Ipiíba.

Covidímetro
O covidímetro é um índice que leva em consideração o percentual de ocupação de leitos de UTI adulto dedicados ao Covid-19, pelo SUS; percentual de ocupação de leitos de enfermaria dedicados ao Covid-19, pelo SUS; taxa de variação de óbitos por semana; taxa de variação de pacientes internados por semana; e percentual de casos confirmados por Covid-19 nas duas últimas semanas. Atualmente, São Gonçalo se encontra na fase 2, coloração amarelo claro, com risco médio de contaminação.

Na rede privada dos dois municípios, o número de leitos de quartos e de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI’s) ocupados também aumentou. O Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde de Niterói e São Gonçalo (Sindhleste) faz um balanço semanal, todas as quartas-feiras. E o avanço da doença caminha para a ocupação total das unidades de saúde.

Em Niterói, ontem, dos quartos reservados para pacientes com a doença, 248 estão ocupados, o equivalente a 88%. Na semana passada, eram 239 leitos, 79%. Já o número de UTI’s ocupadas até ontem é de 166 (59%), um a menos que na semana anterior, quando 167 leitos (60%) foram ocupados.

No município gonçalense, são 53 quartos, ou seja, 60% do total. Na última semana eram 40 leitos ocupados (45%). Hoje, a cidade tem 47 leitos de UTI ocupados, o equivalente a 70% da totalidade. Antes, eram 36 leitos (53%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =