Primeira reunião da CCJ termina em bate-boca entre deputados

Marcelo Almeida

A troca de ofensas e o bate-boca entre deputados marcaram a primeira sessão da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) sob o comando da deputada Bia Kicis (PSL), na quarta-feira (17). Sem condições de prosseguir, a sessão acabou sendo encerrada sem conseguir pôr em questão a pauta do dia.

A confusão começou quando o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) chamou, durante sua fala, o presidente Jair de Bolsonaro de “genocida”, fazendo alusão à sua postura diante do enfrentamento da pandemia dizendo o aumento das mortes por Covid-19 são um reflexo da postura do chefe do executivo.

“Porque tem vacina e ele não comprou, tem máscaras, e ele não usa, promove aglomerações, portanto ele é um genocida. Ele tem que ser julgado criminalmente”, falava o parlamentar antes de ser interrompido pelo deputado bolsonarista Carlos Jordy (PSL-RJ).

Jordy interrompeu a fala do companheiro de Comissão e afirmou: “Presidente, eu não vou aturar este tipo de comportamento”, voltando para onde Teixeira estava sentado, afirmou: “Se ele é um genocida, você é um vagabundo”, disse antes de ter o microfone cortado por Kicis.

Depois disso, Jordy e Alê Silva (PSL-MG) começaram a chamar o deputado petista de “vagabundo” fora dos microfones. A presidente Bia Kicis pediu calma, mas os dois deputados do PSL se levantaram e com dedo em riste apontavam para o deputado petista e seguiram o chamando de vagabundo.

“Cúmplice de um corrupto” e “partido de traficante” foram alguns dos outros gritos proferidos por Jordy ao mesmo tempo que chamava Teixeira para resolver “lá fora”. Enquanto isso o petista repetia a frase “presidente genocida”, provocando os peesseelistas.

Sem ter como controlar a falta de temperamento dos deputados, a sessão foi encerrada. Antes da baixaria, Kicis mostrou que vai tentar adotar um tom mais conciliador ao alegar que não se importava em ser chamada de “presidenta” quando questionada pela bancada petista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − dez =