PRF fecha acessos clandestinos na BR-101

Com objetivos bem definidos, de minimizar os riscos de acidentes e de conter a ação de criminosos que promovem arrastões em vários trechos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) fechou vários acessos considerados clandestinos, que estavam sendo utilizados como áreas de escape de bandidos e de manobras ilegais, na Rodovia Niterói-Manilha (BR-101). A PRF informou q ue marginais utilizavam esses acessos abertos entre as muretas da via para fugir rapidamente, de motocicleta (por exemplo) após praticarem arrastões.

As passagens clandestinas também eram usadas por moradores, mas devido ao trânsito e pelas questões relacionadas a maior segurança no fluxo, a PRF e a concessionária se uniram para que as providências fossem tomadas. Trechos situados na altura de São Gonçalo foram fechados, sendo esses locais preocupam os agentes, devido as ocorrências de ataques a motoristas que trafegam pela região. Segundo o porta-voz da PRF, José Hélio, foram identificados vários acessos clandestinos sem sinalização ou qualquer dispositivo para evitar acidentes, numa região onde há grande densidade de pessoas e onde são registradas ocorrências policiais, que já resultaram em várias vítimas.

“Os locais não possuem sinalização, com entrada e saída proibida de veículos na rodovia, podendo causar acidentes. Nos trechos utilizados de forma irregular, não há faixas de desaceleração, marcas de canalização, sinalização vertical ou horizontal, entre outras sinalizações necessárias. A entrada e saída de veículos nesses locais pode ocasionar acidentes graves, prejudicando a circulação e segurança na rodovia, assim como em seu entorno. Estão sendo fechados 1.112 metros de acessos clandestinos. Os locais de entrada e saída regulares da rodovia possuem toda a estrutura para a segurança viária, baseada em estudos técnicos de trânsito, de modo a minizar os riscos de acidentes quando um veículo realizar manobra de acesso à pista de maior velocidade na rodovia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *