Pressionado, Vasco enfrenta o Bangu em Moça Bonita

Após ser derrotado no clássico contra o Fluminense na estreia do Campeonato Carioca, o Vasco volta a campo nesta quinta-feira, contra o Bangu, em Moça Bonita. Os cruzmaltinos estão pressionados para conquistar um bom resultado para não se complicarem na Taça Guanabara. No entanto, terão pela frente o atacante Loco Abreu, que marcou na primeira rodada pelos banguenses.

Pelo lado do Vasco, o revés para os tricolores foi minimizado pelos jogadores. No entanto, todos sabem que a postura contra o Bangu deve ser outra. O volante Evander, que retorna ao time após se recuperar de lesão que o tirou do clássico, afirmou que o comandante falou muito sobre esses fatores.

“O Cristóvão cobra competitividade nos treinos, não só de mim, mas da equipe toda. Conversamos sobre isso, de a equipe ter mais atitude”, disse.

A entrada de Evander deve ser a única mudança na equipe titular diante do Bangu. No entanto, o Vasco pode ter novidades no banco. O clube tenta regularizar o meia Wagner para ser uma opção. Outro que tem chance de ficar no banco de reservas é o atacante Muriqui, que faz trabalho de recondicionamento físico.

No Bangu, a estreia com empate não foi a esperada. No entanto, o atacante Loco Abreu foi o destaque da equipe ao marcar um gol. Os donos da casa esperam contar com o calor de Moça Bonita para complicar os cruzmaltinos.

Para esta partida, o técnico Eduardo Allax deve promover as estreias do meia Damián Eroza e do atacante Luis Peralta. Ambos foram regularizados e devem começar o duelo contra o vasco entre os titulares.

FICHA TÉCNICA:
BANGU X VASCO

Local: Estádio Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de fevereiro de 2017, quinta-feira
Hora: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Jackson Massarra dos Santos e Daniel de Oliveira Pereira

BANGU: Márcio, Thiaguinho, Leonardo Luiz, Rafael Henriques e Guilherme; Ives, Mauro Silva, Leandro Chaves e Damián Eroza; Loco Abreu e Luis Peralta
Técnico: Eduardo Allax

VASCO: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Henrique; Julio dos Santos, Evander, Escudero e Nenê; Éder Luís e Thalles
Técnico: Cristóvão Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =