Pressão na hora do presentes no Dia das Crianças, diz pesquisa

Raquel Morais

Apesar da crise financeira e de 57,8% dos brasileiros pretenderem gastar menos com presente de Dia das Crianças o comércio desse segmento está com expectativas positivas de venda. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL Niterói) aposta em um aumento de 5% nas vendas e a Fecomércio/Ipsos espera que 40% dos consumidores comprem algum presente. Mas o dado mais interessante foi divulgado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) que apontou 45,1% dos entrevistados brasileiros se sentem pressionados pela criança e 25,9% cedem aos desejos dos pequenos.

“É grande o apelo emocional sofrido pelos adultos na hora de comprar o presente de Dia das Crianças. A pressão nesse momento pode acabar levando o consumidor a ceder e gastar mais do que sua realidade financeira permite, perdendo o controle sobre as contas”, explicou o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli. O gerente da Tid’s, no Centro, Juranildo Candido, ressaltou esse apelo emocional para aumentar as vendas. “É muito difícil o adulto resistir ao pedido de uma criança. Acaba que a pessoa deixa de pagar uma conta para comprar um brinquedo”, comentou.

A comerciante Márcia Maria, 34 anos, passou na pele por esse momento crucial quando o pequeno Miguel de 5 anos escolheu seu presente. “Ele escolheu um caminhãozinho, um jogo e uma motoca. É difícil dizer não e acaba que a gente aperta o dinheiro de outro lado”, brincou. Apesar da modernidade o Sindicato dos Lojistas de Niterói (Sindilojas Niterói) reforça que 59% dos consumidores darão brinquedos, 27% vestuários, 7% calçados e 3% bicicletas para as crianças. “É um momento e tanto para o comerciante melhorar seu faturamento, uma vez que a data tem um apelo extraordinário, sendo a última antes das festas de final de ano”, reforçou Charbel Tauil, presidente do Sindilojas Niterói.

E opções não faltam para agradar a criançada e os preços são convidativos e ‘para todos os bolsos’. Destaques para bonecos de borracha para crianças pequenas por R$ 7,99, bonecas de falam frase por média de R$ 29 até R$ 49 e motos e carrinhos que variam de R$ 9,90 até R$ 79,90, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =