Preso o líder de bando que aterrorizava em roubos de casas de luxo em Niterói

A equipe de investigação da 78ª DP (Fonseca) deu um passo importante no sentido de reduzir a incidência de crimes de roubos de residência em Niterói, principalmente de alto padrão, ao prender no início da noite de teça-feira (13), Rodrigo Carlos dos Santos, conhecido como Guety. Ele foi localizado em um condomínio de classe média, na Rua Lopes da Cunha, no Fonseca, Zona Norte da cidade. Considerado extremamente violento, junto com seu bando ele invadiu e roubou diversas residência, fazendo várias vítimas como reféns.

Ele é pontado como traficante de drogas e assaltante de residências, sobretudo de luxo, sendo considerado um dos mais perigosos criminosos de Niterói. Oriundo da comunidade da Grota, Zona Sul, Guety comandava uma violenta e fortemente armada quadrilha, e contra ele haviam seis Mandados de Prisão Preventiva, pelos crimes de roubo, e tentativa de homicídio. Os agentes conseguiram apurar, através de minucioso trabalho de investigação, a localização do bandido, após ele procurar abrigo no apartamento dos avós da namorada, onde também tratava de um ferimento.

O criminoso havia conseguido furar um cerco e fugir, mesmo baleado na perna, durante troca de tiros com agentes do Comando de Operações Especiais (COE) que realizaram operação, na segunda-feira (12), no Complexo da Viradouro. Ele conseguiu escapar a um cerco, num carro junto com quatro comparsas. Na mesma ação, segundo os agantes, um criminoso identificado como Antônio Fernando Rodrigues de Amorim, o Batoré, morreu em confronto, e com o mesmo foi apreendido um fuzil AK-47. Após passar a noite numa área de mata do Complexo da Viradouro, na manhã de terça-feira (13), Guety procurou abrigo na casa dos parentes da namorada, onde foi surpreendido e preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *