Preso mais um suspeito de degolar um adolescente e uma mulher em Campos

A polícia prendeu nesta quarta-feira (23) mais um suspeito de participação na decapitação do adolescente Guilherme Gomes Bravo em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Este é o nono dos onze mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil expediu 11 mandados de prisão preventiva por envolvimento no assassinato de Guilherme e de Rosa Inea de Menezes Matias. Investigações apontam que os crimes teriam sido praticados pela mesma facção.

Encontrado por meio do Serviço de Inteligência das polícias Civil e Militar, o suspeito, de 22 anos, estava escondido em uma casa no Parque Esplanada. Ele tem antecedentes criminais por homicídio, roubo, associação para o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Os outros foram detidos no dia 21 de agosto, durante a Operação Isis 2, da Polícia Civil.

A cabeça do adolescente foi encontrada no dia 8 de agosto, na Rua da Vala, e o corpo localizado uma semana depois, esquartejado no Brejo Grande. No dia 7 do mesmo mês, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou o corpo de Rosa decapitado, seminu, com pés e mãos atados com fita adesiva e a cabeça ao lado, na BR-101, entre Parque Aeroporto e Travessão. Segundo as investigações, os bandidos a teriam executado por desconfiar que ela os havia delatado à polícia.

Com nome ainda não divulgado pela Civil, o preso de ontem foi levado para 146ª DP em Guarus. De acordo com o delegado Pedro Emílio, todos responderão por homicídio triplamente qualificado e destruição de cadáver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − seis =