Preso em Niterói apontado pela prática de extorsão por telefone

Vitor Ferreira de Carvalho foi preso na manhã dessa quinta-feira (29), em Niterói, por inspetores dos grupos de investigação da 18ª DP (Praça da Bandeira) e 44ª DP (Inhaúma), no Rio, apontado por fazer diversas vítimas, praticando um golpe de extorsão, que consistia em obter informações sobre correntistas de bancos e depois ameaçava as vítimas para conseguir dinheiro, com ameaças de morte para as mesmas de seus parentes.

De acordo com informes policiais Vitor fazia vítimas em vários pontos do estado, estimando-se em cerca de 130 pessoas num mês. Segundo o titular da 44ª DP, delegado Márcio Mendonça, Vítor conseguia obter os dados das vítimas em site de pesquisas e ao telefonar para as mesmas, citava nomes e endereços, o que fez com que ele recebesse depósitos em sua conta. Os investigadores afirmaram que ele era agressivo e cobrava supostos empréstimos, se identificando como “Arnaldo” e dizendo-se pertencer a um escritório situado no Centro do Rio.

A Polícia Civil já vinha monitorando Vítor, que já havia sido flagrado em imagens de câmeras segurança junto a um caixa eletrônico. A polícia também teria apurado mais de 100 registros de ocorrência do tipo com a mesma forma de Vítor praticar o crime de extorsão, no Rio e cidades do interior, o que levou os agentes constatar que ele havia feito muitas vítimas, sempre por telefone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =