Preso em Niterói acusado de roubo milionário de bobinas de energia

Um homem foi preso, neste sábado (15), na cidade de Niterói, acusado de participação numa ação que terminou com o roubo de 32 bobinas de rede elétrica de uma transmissora de energia em Paracambi, na Baixada Fluminense. Na ocasião, eles fizeram todos os seguranças reféns e ainda roubaram duas armas de fogo que estavam com os seguranças. As bobinas foram avaliadas em mais de R$ 1 milhão.

A prisão foi coordenada por policiais civis da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC-Polinter). De acordo com a corporação, o crime aconteceu no dia 28 de junho do ano passado. Ele havia sido preso temporariamente e, após ter sido colocado em liberdade, teve sua prisão preventiva decretada em abril deste ano.

As investigações demonstraram que, depois do roubo, ele adquiriu um caminhão de transporte avaliado em mais de R$ 400 mil e que estava transportando cargas. O monitoramento para a prisão do criminoso durou aproximadamente três semanas. Segundo a polícia, durante esse período, ele passou pelos Municípios de Cordeirópolis e Pindamonhangaba (localizados em Sao Paulo) e por Araruama, no Rio de Janeiro. Neste sábado, ele foi preso no Município de Niterói, após ter seu caminhão interceptado pelos policiais civis.

As investigações continuarão, pois, segundo a Polícia Civil, há suspeita de que o acusado seja integrante de uma milícia privada que atua no município de Paracambi. Além disso, há suspeitas de que o preso possa ter usado o caminhão para o transporte de armas e drogas para comunidades do Rio de Janeiro. A prisão foi realizada em operação policial sem que nenhum policial civil ou inocente ficasse ferido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =