Presentes ou Jesus? Qual é o real significado do Natal?

O Natal é o dia mais esperado do ano. A data pode até estar perdendo seu real sentido. A preocupação com a crise e a necessidade expansiva de consumo, presentes e lembrancinhas, fez com que muitas pessoas esquecessem o real significado do Natal. Muitos não se recordam que a data celebra novamente, há mais de dois mil anos, o nascimento do menino Jesus.

Em países eslavos e ortodoxos, (onde o calendário é baseado no calendário Juliano), o Natal é celebrado no dia 7 de janeiro. A data é originalmente destinada à celebração do nascimento anual do deus Sol no solstício de inverno e foi adaptado à Igreja Católica no terceiro século depois de Cristo, para permitir que a conversão dos povos pagãos sob o domínio do Império Romano passassem a comemorar o nascimento de Jesus.

No passado, a data era comemorada em períodos diferentes, pois não se sabia ao certo o dia em que Jesus Cristo nasceu. Foi apenas no século IV que o dia 25 de dezembro foi estabelecido como Natal.

Mesmo sendo um feriado cristão, o Natal é comemorado por milhões de pessoas que não seguem a Jesus. A data hoje é celebrada por muitos como um dia de amor e fraternidade. Tanto que há troca de presentes, ceias, amigo-oculto e até mesmo decorações típicas. O verde e vermelho junto ao Papai Noel se transformaram no símbolo maior do Natal. Mas, o que o Natal simboliza para as religiões? Para os católicos e protestantes, o valor simbólico é o mesmo, o nascimendo de Jesus. O padre João Cláudio, na Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Fátima, enfatizou a importância de lembrar de Jesus no Natal. “O Natal simboliza a vinda de Jesus e a redenção da humanidade que culmina com a Páscoa que é o sacrifício. O sentido do Natal é o amor e a solidariedade. Que nesse tempo possamos olhar a humanidade com mais simplicidade. Nossa missão é maior que o consumo”, disse.

Para o pastor, Felipe Mendes, da Igreja Salvos pela Graça em São Gonçalo, o Natal significa o nascimento de Jesus e o perdão dos pecados. “Jesus veio para mostrar como devemos ser. O Natal é seu nascimento, é o dia mais importante do ano porque relembramos aquele que veio para nos redimir de todo pecado. Devemos esquecer as coisas desse mundo e celebrarmos o Natal com seu real significado”, disse.

A aposentada Gisele Lessa, de 65 anos, compartilha da mesma opinião dos católicos e evangélicos.

“O Natal é a vinda do Salvador. É também um momento de reunião entre as pessoas. Não é apenas troca de presente, é Jesus”, disse.

Mas, e o significado de presépio? Muitos falam dele e mal sabem o que significa. O presépio remete diretamente ao nascimento de Jesus em Belém, na companhia de São José e da Virgem Maria.

Missas
Na Paróquia São João Batista, a Catedral de Niterói, a tradicional Missa do Galo será celebrada pelo Arcebispo da Arquidiocese de Niterói, Dom José Francisco, no dia 24 às 20h. Já no dia 25 duas missas serão celebradas na paróquia: 10h e 18h30min. Em Icaraí na Paróquia de São Judas Tadeu terá missa da vigília de Natal dia 24 às 19h30min e no dia seguinte às 10h e 19h. No mesmo bairro, na Paróquia Porciúncula de Santana, no sábado a missa será em dois horários: 17h e 19h30min. Já no domingo serão celebradas cinco missas: 8h, 9h, 9h30min,18h e 19h30min. Na Paróquia São Domingos, no bairro de mesmo nome, o padre Anderson vai celebrar a missa das 19h30min do dia 24 e às das 10h e 18h no domingo. No Ingá, a Paróquia Nossa Senhora das Dores, terá apenas uma missa no sábado, às 20h, e no domingo às 10h, 18h e 20h. Na igreja do Ponto Cem Réis, Igreja de São Lourenço, a missa do dia 24 será celebrada às 19h, e no domingo, 25 às 8h, 10h30min e 18h30min. Em Jurujuba, na Igreja de São Pedro, só terá missa dia 25 às 19h30min. E na Região Oceânica as missas serão às 20h nas duas capelas subordinadas da Paróquia de São Sebastião de Itaipu: Capela da Fonte, na subida do acesso para Itaipuaçu, e ca Capela Maravista, na Avenida Central.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *