Prefeitura lança edital para obras de infraestrutura no Engenho do Mato

Bairro terá 117 ruas contempladas com drenagem e pavimentação, 80% delas com piso intertravado, respeitando a vocação histórica da região

O Engenho do Mato, na Região Oceânica, receberá investimentos de R$ 150 milhões para obras de urbanização, drenagem e pavimentação. O projeto para infraestrutura do bairro foi concluído, e o edital para as obras será lançado nos próximos dias. Serão 117 ruas contempladas, 47 quilômetros de drenagem, nova pavimentação e padronização das calçadas.

O projeto do Engenho do Mato traz um diferencial: 80% das ruas do bairro receberão piso intertravado no lugar da pavimentação com asfalto. Todo o projeto foi elaborado levando em consideração as questões ambientais, respeitando a vocação histórica do bairro e ouvindo os moradores.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, enfatiza que as equipes tiveram muito trabalho para desenvolver um projeto adequado à realidade específica do Engenho do Mato, que tem características, inclusive, rurais. Ele ressalta que após esses meses de trabalho, o projeto para o bairro ficou muito bem feito e será realizado expressivo investimento, concluindo o programa de infraestrutura, drenagem e pavimentação de ruas na Região Oceânica.

“Realizamos investimentos muito expressivos na infraestrutura urbana, na mobilidade, na saúde, na educação e na agenda ambiental da Região Oceânica, que ficou durante décadas esquecida. A drenagem, infraestrutura e pavimentação, com a implantação em ruas onde elas não existiam, é muito importante para a qualidade de vida dos moradores, que conviveram, durante muitos anos, com lama e enchentes. Moradores de bairros como Cafubá, Fazendinha, Boa Vista, Bairro Peixoto, já vivem essa nova realidade positiva”, diz Neves.

Por conta das características do bairro, e também devido ao curso dos rios da Vala e João Mendes, que passam pela região, o sistema com piso intertravado permitirá uma melhor permeabilidade e evitará o alagamento duas ruas em dias de chuvas fortes, um antigo problema no Engenho do Mato. Para isso, a região contará com plano de drenagem das águas pluviais, que também incluirá uma macrodrenagem na região.

Investimentos – Em 2019, a Prefeitura de Niterói anunciou um novo pacote de obras de drenagem e pavimentação para a Região Oceânica, que incluía o Engenho do Mato, Serra Grande, Maravista, Santo Antônio e Maralegre, contemplando mais de 200 ruas, que receberão intervenções de drenagem, pavimentação e urbanização. Os projetos serão executados com recursos do município e da Cooperação Andina de Fomento (CAF).

Desde 2013, o município já investiu mais de R$ 350 milhões em obras de drenagem, macrodrenagem e pavimentação. Após décadas sem receber investimentos, a Região Oceânica é uma das áreas que vivem uma nova realidade, com a realização de obras importantes.

Foram drenados e pavimentados o Cafubá, a Fazendinha, o Bairro Peixoto, o Boa Vista, e parte de Piratininga, Camboinhas, Maravista e Maralegre. São mais de 150 ruas com obras executadas. Também foram entregues as obras da Avenida Professora Romanda Gonçalves, no Engenho do Mato, e a macrodrenagem de Itaipu e Piratininga, entre a Estrada Francisco da Cruz Nunes e a Avenida Almirante Tamandaré.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − sete =