Prefeitura fala sobre ações de trânsito das praias

Após mais um final de semana de transtornos para acessar a Região Oceânica de Niterói, a Prefeitura de Niterói anunciou na quarta-feira (2) que irá ampliar a fiscalização contra o estacionamento irregular. A infração é apontada como uma das causas do intenso congestionamento, além do excesso de veículos que se deslocam em direção à localidade nos feriados e finais de semana.

Ainda segundo o município, aproximadamente 300 agentes têm atuado nos dias de maior movimento a fim de garantir o ordenamento. Além disso, a Prefeitura frisou que carros parados em locais proibidos estão sujeitos à multa e a reboque. No que diz respeito ao intenso movimento, há painéis espalhados pela cidade informando a condição do trânsito em tempo real.

“A Prefeitura de Niterói informa que está trabalhando de forma conjunta para minimizar os impactos causados no trânsito e facilitar o acesso de moradores e turistas às principais praias do município. Mais de 300 homens entre agentes da Secretaria de Ordem Pública (Seop), Guarda Municipal, NitTrans, Subsecretaria de Trânsito e Transporte (SSTT) e outros órgãos públicos atuam em todos o finais de semana em pontos estratégicos da cidade para apertar o cerco contra infrações de trânsito e estacionamento em local proibido, entre outras irregularidades.

Agentes da Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans) seguem nas ruas p ara orientar os motoristas. Além disso, foi ampliada a fiscalização de casos de estacionamento irregular nas vias da Região Oceânica. Carros parados em locais proibidos estão sujeitos à multa e a reboque. Além disso, de acordo com a NitTrans os painéis de informações da cidade trazem, em tempo real, as condições de trânsito nos acessos às praias da cidade”, afirmou o governo municipal, em nota.

Feriado de transtornos

Durante o último final de semana, além da segunda e terça-feira de Carnaval, o clima quente fez com que vários moradores de Niterói e cidades vizinhas fossem às praias da Região Oceânica. O intenso movimento fez com que houvesse dificuldade na entrada dos bairros, durante as manhãs, e na saída, à tarde e começo da noite.

As via que registrou maiores incidências de congestionamento foi a Avenida Almirante Tamandaré, que é o principal acesso às praias de Piratininga e Camboinhas. Contudo, o intenso fluxo de veículos refletiu em outras regiões, como a Praia de Charitas, que conecta o corredor Transoceânico ao Centro da cidade.

Vítor d’Avila

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.