Prefeitura desembarca no Caramujo para acompanhar obras

Raquel Morais –

O projeto Prefeitura Móvel se instalou na região do Caramujo e estará na Escola Municipal Antineia Silveira Miranda (Ciep Caramujo) até sexta-feira. Ontem, o prefeito Rodrigo Neves esteve no local e visitou obras de contenção de encostas, pavimentação, construção de complexo esportivo e outras melhorias para o bairro. Amanhã está marcada uma reunião com o grupo de trabalho, criado pelo prefeito, com a Secretaria de Estado de Transportes (Setrans) para definir detalhes do projeto de construção de um terminal no Caramujo. Esse equipamento estava dentro no planejamento do Plano Lerner, em 2009, na gestão do antigo prefeito Jorge Roberto Silveira.

Rodrigo Neves visitou muitas obras dentro do Complexo do Caramujo, que recebe mais de R$ 250 milhões de investimento. “Isso gera mais qualidade de vida para os moradores dessa comunidade e são obras de contenção, pavimentação, drenagem, quadras esportivas e novos acessos. São vários investimentos e o Caramujo é o bairro que tem o menor índice de desenvolvimento de Niterói. Por isso é importante esse investimento para melhorar a vida das pessoas que vivem na região. Teremos projetos integrados com educação, assistência social e esporte para a inclusão”, contou o prefeito.

A secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), Dayse Monassa, disse que quatro frentes de obras no Caramujo já foram finalizadas, através de contenção de encostas na Travessa Selma, Travessa Jurandi, Bombeiro Américo e Avenida Machado. A quinta etapa das obras de contenção e pavimentação está em andamento na Rua do Alto. “Com o conjunto de obras e a construção do complexo esportivo a comunidade está sendo muito beneficiada. São dezenas de funcionários trabalhando e isso proporciona um bem muito grande para os moradores do Caramujo. Queremos melhorar a qualidade de vida desses moradores e também evitar acidentes e vítimas de desmoronamento”, exemplificou a secretária.

A Prefeitura Móvel ficará funcionando das 9h às 17h, junto com os secretários e o prefeito. O Ciep Caramujo fica na Rodovia Amaral Peixoto, s/n, ao lado de um posto de combustível.

TERMINAL
O antigo projeto de 2009 pode estar mais perto de sair do papel. O prefeito criou um grupo de trabalho com a Setrans, além do secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, e secretária Municipal de Fazenda, Giovanna Victer, para discutirem a questão da mobilidade na cidade, especialmente na Zona Norte.

“A construção desse terminal junto com a tarifa social das Barcas e a implantação do BRT ligando outros municípios até Niterói vão melhorar muito a mobilidade de milhares de passageiros. O projeto do terminal é antigo, desde 2009, e vai ter que conciliar com o BRT, como outro modal. Isso vai diminuir a quantidade de ônibus na cidade, com a distribuição de passageiros e coletivos”, pontuou Giovanna. O BRT seguiria pela RJ-104 e ligaria Alcântara, em São Gonçalo, ao Centro de Niterói, via Fonseca.

A Setrans informou ainda que ao todo são 42 linhas intermunicipais que seguem de São Gonçalo e Maricá, cortando Niterói, com média de 93.766 passageiros por dia. Também na Zona Norte são 15 linhas municipais que rodam na região; além de 28 intermunicipais que seguem de Maricá, São Gonçalo e Niterói sentido Rio de Janeiro, com média de 37.118 passageiros ao dia. A Prefeitura de Niterói informou em nota que ela e o Governo do Estado vão elaborar, em parceria, projeto para implantação de um terminal na região do Caramujo e a racionalização das linhas. Apenas com os estudos concluídos é que as decisões operacionais serão tomadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 6 =