Prefeitura de SG sem previsão de reconstruir parte afetada pelo incêndio

Anderson Carvalho

Os cidadãos gonçalenses que precisam resolver qualquer assunto na Subsecretaria de Fiscalização e Posturas de São Gonçalo e nas secretarias municipais de Meio Ambiente e de Planejamento, afetadas por incêndio ocorrido no dia 15 de setembro passado na sede da administração municipal, precisam de mais paciência. A prefeitura informou ontem que o laudo da Defesa Civil sobre as causas do incêndio não está pronto e as obras de reconstrução de parte do prédio afetado ainda não foram iniciadas. Tampouco há previsão para isso.

A Subsecretaria de Fiscalização e Posturas está atendendo em uma sala no Partage Shopping, na Rua Presidente Kennedy; as secretarias de Meio Ambiente e de Planejamento estão usando salas da Associação Comercial e Empresarial de São Gonçalo, na Rua Feliciano Sodré; Desenvolvimento Urbano está em um prédio na Rua Coronel Rodrigues; enquanto a Compras está temporariamente utilizando salas cedidas por outras secretarias no próprio órgão. Elas ficarão atendendo nos locais provisórios até que a situação seja normalizada.

No último dia 29 de setembro, o decreto 187/2017 entrou em vigor e dispõe sobre a criação de grupos de trabalho intersetoriais para apuração da extensão dos danos causados pelo incêndio, especialmente quanto a eventuais documentos destruídos ou danificados. O prazo para que os relatórios fiquem prontos é de 60 dias, sujeito à prorrogação.

No último dia 2 a Polícia Civil terminou a perícia do incêndio que atingiu a sede da prefeitura. Agora a 72ª DP (São Gonçalo) aguarda o laudo da investigação. No início do mês, funcionários retiraram telhas e madeiras que resistiram ao fogo. Ainda não se sabe se esse material será aproveitado.

A parte anexa ao prédio que foi atingida pelo fogo, nos fundos, fora construída na gestão do ex-prefeito Neilton Mulim. Processos e documentos licitatórios foram alguns dos materiais perdidos com o incêndio. Por isso, os prazos destes foram prorrogados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *