Prefeitura de Niterói vai estender Programa Empresa Cidadã até setembro

O pagamento dos benefícios emergenciais para os programas de medidas econômicas Empresa Cidadã 1 e 2, que será feito por três meses pela Prefeitura de Niterói, foi prorrogado até setembro deste ano. O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves em vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura, na noite desta quarta-feira (3), ao informar que o projeto já havia sido aprovado pela Câmara dos Vereadores e que já havia sancionado. Por meio destes programas, microempresários que mais precisam recebem um auxílio de R$ 1.045 por mês. Niterói foi a primeira cidade da Região Metropolitana a adotar medidas econômicas para reduzir os impactos provocados pela crise do coronavírus. Cerca de 12 mil empregos diretos estão sendo atendidos pelos programas emergenciais.

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, tanto a Associação Comercial quanto a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Niterói) reivindicaram essa extensão. “Por isso nós enviamos no dia de hoje esse pedido por mais dois meses dos Programas Empresa Cidadã 1 e 2 para que o programa pague pelo menos mais dois meses de salários para as três mil empresas que nós estamos apoiando em Niterói”, disse o prefeito.

O prefeito disse que o pagamento do programa além de maio, junho, julho, para mais agosto e setembro se deve porque o Gabinete de Crise teve informações de que ainda, neste período, haverá ainda restrições na circulação na cidade. “E isso, será muito importante para manter nossas empresas vivas. Vamos fazer um grande esforço de gestão fiscal e de apoio direto para as nossas empresas que nenhuma outra cidade do Brasil está fazendo e tenho certeza que isso vai ser determinante para que Niterói possa fazer a sua retomada com mais força quando essa tempestade passar”, revelou Rodrigo, ao informar também que pelo mesmo motivo estendeu o apoio as micro empreendedores individuais até o mês de dezembro.

Supera Mais — O prefeito informou ainda que a Câmara dos Vereadores aprovou também o Programa Supera Mais. Segundo ele, trata-se de um uma linha de crédito mais fácil para atender os bancos que não tem conseguido processar créditos para as pequenas empresas com faturamento até um milhão. Segundo ele, na próxima segunda-feira (8) a Secretária de Fazenda Giovanna Victer dará mais detalhes. “Essa semana, além do Banco do Brasil teremos o Itaú, Santander, Bradesco e a Caixa Econômica Federal somados ao programa Supera para viabilizar capital de giro para centenas de empresas de Niterói”, disse Rodrigo Neves.

VOLTA DA RESTRIÇÕES NAS PRAIAS DA R.O

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, devido as aglomerações nas praias da Região Oceânica, a partir de sexta-feira (5), vai voltar a fazer a restrição de acesso. “Nós vamos fazer então novamente abordagens naqueles pontos na entrada dos bairros porque estamos preocupados sobretudo devido a flexibilização das medidas de restrição em outras em outras cidades, especialmente na do Rio de Janeiro. Nossas medidas só estarão liberando o acesso de moradores das praias da região Oceânica e para atividade física individual, nós não podemos de maneira nenhuma perder o controle sobre essa pandemia, que é gravíssima sobre a qual nós estamos vencendo em Niterói, mas precisamos continuar na luta”, revelou.

AJUDA ARQUIVADA — Por último o prefeito disse ainda que a Câmara dos Vereadores aprovou o decreto legislativo arquivando a autorização legislativa de apoio de R$ 45 milhões, que foi assinado do protocolo de intenção para a construção do hospital de campanha do Clube Mauá, de São Gonçalo.

“Nós não vamos mais fazer o repasse de 45 milhões porque não havia chegado o plano de trabalho detalhado da Secretaria Estadual de Saúde para a Saúde de Niterói e por não ter vindo este plano de trabalho detalhado de como esses recursos seriam utilizados não fizemos o convênio e não vamos mais fazer o repasse e a Câmara encerrou o assunto”, concluiu o prefeito.

BOLETIM — Segundo o boletim da Prefeitura, Niterói tem 3.317 casos de Covid-19 confirmados em moradores, dos quais: 1.318 isolamento domiciliar e sendo acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde, 1.755 pacientes recuperados, 127 óbitos e 117 hospitalizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *