Prefeitura anuncia melhorias para o bairro Santo Antônio

Uma obra que não está à vista, mas que promete minimizar os problemas da enchente na Região Oceânica de Niterói. Foi assinado ontem a ordem de início das obras de infraestrutura urbana, drenagem e pavimentação do bairro Santo Antônio, na Região Oceânica, dentro do projeto Bairro Melhor. Em setembro será lançado também o projeto Parque da Lagoa de Piratininga, que promete dar uma nova cara para a região.

O bairro Santo Antônio fica abaixo do nível do mar e da Lagoa de Piratininga, também recebendo, nos dias de chuva, uma quantidade grande de água que desce do maciço do Jacaré. Por isso, foi necessário um estudo complexo para definir quais intervenções seriam necessárias para acabar com as enchentes. O investimento total no projeto será de R$ 52,8 milhões.
“Muitas obras ainda estão por vir. A Região Oceânica necessitava dessas intervenções. Anos atrás pessoas viviam com dois metros de água durante uma enchente, perdendo tudo. Talvez ela [obra] não vá aparecer, mas vai salvar vidas e dar dignidade para a população morar. Quem sai ganhando é a população”, disse o secretário de Habitação de Niterói, Beto da Pipa.

A previsão era de 22 meses de obra, mas o prefeito Rodrigo Neves garantiu que até o final de 2020 as intervenções estarão concluídos. A obra de macrodrenagem do Canal de Santo Antônio beneficiará mais de 13 quilômetros com obras de drenagem e pavimentação, contemplando 24 ruas do bairro. Já outros dois projetos que beneficiarão também os bairros da Região Oceânica, Maravista e Serra Grande passam por análise do TCE para serem liberados.

Neves lembrou que muitas pessoas, no passado, saíram da Região Oceânica para morar na Zona Sul porque não havia infraestrutura na região.

“Eu me lembro que quando assumi tivemos que fazer um ajuste duríssimo nas contas públicas. Fizemos de tudo para colocar Niterói no caminho para o crescimento. Não foi fácil chegar aqui, mas fizemos 50 anos em 6 aqui na região, fizemos um projeto para devolver a qualidade de vida para a Região Oceânica. Em setembro iremos lançar o projeto do Parque da Lagoa de Piratininga. Vão ser 19 areas de lazer, é o primeiro projeto de jardins filtrantes do Brasil. Eles captam as águas das galerias e filtram para despoluir a Lagoa de Pirantinga. São 10 meses de trabalho para deixar esse projeto perfeito”, falou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *