Prefeito de Niterói com suspeita de Covid-19

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, está com suspeita de ter contraído Covid-19. Por conta disso, o chefe do executivo municipal realizou, na noite desta quinta-feira (19), a live para divulgar o boletim epidemiológico de casa, onde está isolado.

Rodrigo afirmou que na manhã de quarta-feira (18) começou a sentir alguns sintomas da doença.

“Os sintomas começaram com uma gripe muito forte, febre, tosse, coriza e dor de cabeça. Farei o teste amanhã (sexta-feira), que é o terceiro dia de sintomas, conforme o protocolo recomendado, que é realizar o exame entre os terceiro e oitavo dias”, afirmou.

Isolado no quarto, o prefeito já está tomando remédios de forma preventiva, seguindo recomendação médica.

“Estou tomando azitromicina e ivermectina, rinossoro. Remédios que são importantes no cuidado de pacientes da Covid”, disse.

Novas medidas – Em pronunciamento nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, na noite desta quinta-feira (19), o prefeito Rodrigo Neves anunciou que a distribuição de máscaras será retomada em todas as regiões da cidade, com mais 500 mil unidades que serão entregues pelas Administrações Regionais, em novembro e dezembro. Em sete meses, mais de 1,5 milhão de máscaras já foram distribuídas para a população de Niterói. A sanitização das vias, realizada pela Companhia de Limpeza de Niterói (Clin), também será retomada, assim como a utilização de carro de som reforçando os protocolos sanitários que devem ser adotados pela população.

O prefeito informou, ainda, que será feito um novo ciclo de diálogo com as entidades comerciais de Niterói e representantes das secretarias municipais de Fazenda e Desenvolvimento Econômico. As medidas, de acordo com Rodrigo Neves, serão adotadas devido a uma oscilação no indicador síntese de monitoramento da Covid-19 registrada nos últimos dias, que chegou, nesta quinta-feira, a 7.38, e também, por conta da taxa de ocupação de leitos hospitalares que está em 37%.

“Niterói segue com um cenário de controle da pandemia e longe de uma segunda onda. Mas é importante ressaltar que a nossa cidade não é uma ilha no contexto da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O município vizinho de São Gonçalo decretou hoje medidas mais duras de restrição porque chegou a 100% de ocupação dos leitos da rede pública e privada. Então é fundamental que a população de Niterói siga atenta e fazendo a sua parte, respeitando os protocolos de higiene e distanciamento social”, afirmou Rodrigo Neves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =