Prefeito de Niterói confirma liberação do túnel em 6 de maio

Wellington Serrano

Como A TRIBUNA antecipou na coluna Painel da última quarta-feira (12) o túnel Charitas-Cafubá será aberto ao tráfego de veículos no próximo dia 6 de maio. A data foi confirmada nesta quinta-feira pelo prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PV), através de um pronunciamento ao vivo em uma rede social durante visita à obra com a sua comitiva. O prefeito anunciou também que a garagem subterrânea de Charitas será aberta um dia antes do túnel.

“Todos os niteroienses sempre acompanharam com expectativa a realização dessa obra. Várias administrações prometeram e não fizeram. Nós tiramos esse projeto do papel. Deu enorme trabalho, foram mais de 50 obstáculos vencidos, o maior licenciamento ambiental da história de Niterói, uma obra muito complexa”, afirma Rodrigo Neves.

O prefeito enfatizou que a obra está sendo realizada em um prazo recorde. “Nós iniciamos em julho de 2015 e estamos em abril de 2017. O túnel Santa Bárbara, no Rio, por exemplo, demorou mais de 10 anos para ser feito. O túnel que liga São Francisco a Icaraí demorou quase cinco anos para ser feito e é cinco vezes menor do que o que estamos fazendo agora. Vamos entregar antes do prazo previsto, que era dois anos”, conta.
Rodrigo Neves também destacou a implantação do Centro de Controle Operacional (CCO) do túnel, que é um sistema inteligente de monitoramento com equipamentos que vão informar, em tempo real, tudo que acontece nas galerias, e estará conectado ao Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp).

“Este túnel também terá iluminação de LED e ciclovia. É um túnel sustentável, o primeiro no Estado deste tipo”, afirma o prefeito, ressaltando que o projeto inclui uma rede de ciclovias integrando os bairros da Região Oceânica. “Parte desta rede nos acessos ao túnel estará pronta no dia 6 de maio”, acrescenta.

Com esta obra, Niterói ganha maior dinâmica no que diz respeito a mobilidade urbana. “Ao passarem pelo túnel, os niteroienses poderão ver a transformação positiva de toda aquela área. Esse projeto é mais do que uma obra viária e traz inovações em relação a tudo que já foi pensado na história de Niterói. O túnel faz parte de um corredor de transporte, a TransOceânica, que continua sendo executado e será entregue no primeiro trimestre de 2018. Vamos seguir em frente e não vamos parar nos próximos três anos e meio para fazer de Niterói o que cada um de nós sonhamos para nós e nossas famílias: que Niterói seja o melhor lugar para viver e ser feliz no país”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + dezenove =