Prédios desabam e deixam pelo menos dois mortos no Rio

O desabamento de dois prédios na comunidade da Muzema, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, deixou hoje (12) pelo menos dois mortos, segundo informações do Corpo de Bombeiros.

Além deles, há três feridos de uma família. Os bombeiros informaram que um desses sobreviventes, uma mulher, foi encaminhada para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

Bombeiros estão no local, fazendo buscas por mais vítimas nos escombros dos edifícios, que desabaram na manhã de hoje.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que uma das vítimas do desabamento de dois prédios na comunidade da Muzema, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, Dilma Rodrigues, foi internada no Hospital Municipal Lourenço Jorge com um ferimento no abdômen.
De acordo com a secretaria, Dilma está sendo submetida a uma cirurgia neste momento. O desabamento deixou dois mortos e pelo menos outras três pessoas feridas. Ainda não há informação sobre o estado de saúde delas.

A prefeitura informou que os prédios eram irregulares e que as obras foram interditadas e embargadas em novembro de 2018. Moradores dizem que os edifícios começaram a ser construídos há dois anos, e tinham cinco andares.

A comunidade da Muzema sofreu bastante com a chuva que atingiu a cidade nesta semana. As vias da região ainda têm muita lama, lixo, entulho e acúmulo de água em alguns pontos. Há também queda de barreiras.

A rua da entrada do condomínio Figueira foi destruída pela chuva. Muitos prédios estão em construção na região, que fica no pé do morro.

Um dos prédios vizinhos aos que desabaram foram interditados pela Defesa Civil.

*Em apuração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *