Preciso nas mudanças, Zé Ricardo comemora excesso de opções no Fla

Dizem que quando a fase é boa no futebol a bola entra no gol mesmo sem querer. No Flamengo, contudo, essa realidade vem acompanhada de mais um detalhe: a bola de qualquer jogador entra, mesmo aqueles que vem sendo menos aproveitados. Isso porque o técnico Zé Ricardo tem mostrado estrela em algumas substituições.

Foi assim no meio de semana, quando o atacante Emerson Sheik, pouco utilizado, foi acionado para fazer o único gol na vitória sobre o Palestino, no Chile, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Pelo torneio, Fernandinho já havia sido decisivo na vitória de 3 a 1 sobre o Figueirense e no Campeonato Brasileiro, na “final” contra o Palmeiras, em São Paulo, que terminou empatada por 1 a 1, o apoiador Alan Patrick saiu do banco para marcar o gol flamenguista.

Procurando se manter humilde, o treinador minimiza a importância de seu trabalho neste processo. “Meu trabalho talvez seja procurar deixar todos motivados, pois a oportunidade sempre vai aparacer. Hoje o Flamengo conta com um elenco qualificado e apenas onze jogam. Porém, estamos brigando em duas frentes, tem desgaste, suspensões, lesões e todos precisam estar preparados. O Emerson, por exemplo, mostrou como pode ser importante para a nossa equipe nesta reta final de temporada”, analisou.

Na manhã desta sexta-feira, o elenco voltou aos treinos e Zé Ricardo comandou uma atividade tática, na qual era possível ver como o treinador procurava manter os atletas motivados. O próprio Emerson Sheik foi muito cobrado. A boa notícia ficou por conta do meia Gabriel, recuperado de um trauma no pé direito e confirmado para a próxima partida. Ele e Sheik, inclusive, treinaram finalização com o auxilar Jayme de Almeida após os trabalhos.

O Flamengo contará com a volta de vários atletas preservados contra o Palestino, como o zagueiro Réver, o volante Willian Arão e os meias Diego e Gabriel. Quem segue de fora é o atacante Leandro Damião, sofrendo com um edema muscular no adutor esquerdo. Assim, o peruano Paolo Guerrero reina soberano como comandante de ataque. Dessa forma, o time entrará em campo com: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Gustavo Cuéllar, Diego, Gabriel e Everton; Paolo Guerrero.

Neste sábado o elenco treina na parte da manhã e depois a delegação segue para o Espírito Santo. Todos os 14 mil ingressos colocados à venda para a partida foram vendidos, o que garante o apoio da torcida ao vice-líder do Campeonato Brasileiro. O Flamengo soma 50 pontos, um a menos que o Palmeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *