Pré-candidato João Amoêdo visita Niterói

Pedro Conforte e Wellington Serrano –

A visita do pré-candidato à Presidência da República pelo partido Novo, João Amoêdo, a Niterói, na tarde de ontem, reuniu filiados, apoiadores e voluntários da legenda do Rio de Janeiro que vieram da Praça XV acompanhando os pré-candidatos a presidente, a governador do Rio, Marcelo Trindade, e o embaixador Bernardinho, que participaram de um evento político na Zona Sul.

Amoêdo veio a Niterói para participar de palestra no Teatro Abel e disse que falta comando na gestão do governo do Rio. “Entendemos que a intervenção militar deve ser uma coisa temporária, quanto antes puder tirar é melhor. Quando assumirmos faremos reformar certas a serem feitas que não precisam da intervenção. Cada estado deve cuidar de sua segurança, mas quando estivermos à frente do Governo Federal vamos dar todo apoio e suporte para a proteção das fronteiras no combate as armas e drogas”, explicou.

Ele disse que o objetivo da visita é falar das propostas e apresentar a nova legenda. “Viemos falar um pouco do Novo para tornar o partido mais conhecido. O principal desafio é divulgar nossas ideias. Precisamos de gente séria para fazer gestão e representar o cidadão com competência para mudar a gestão pública, os recursos têm que ficar no bolso do cidadão e não no estado. O cidadão tem que ter autonomia, liberdade para empreender para montar o seu negócio e esse é um conceito muito diferente que temos hoje de um estado que está inchado e não entrega nada”, afirmou Amoêdo.

Para Trindade, sua candidatura pelo Novo vem de encontro a um caminho de mudanças radicais no Rio de Janeiro. “As crises do Estado foram causadas em grande parte pela omissão dos governantes por corrupção e por política velha, tudo que o partido Novo combate desde sua fundação”, disse o pré-candidato.

O Novo, partido de direita que é alinhado às ideias do liberalismo econômico, foi fundado em 2011 e registrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − quatro =