Praia de Icaraí, arena esportiva a céu aberto

Areia, sol e mar, para muitos é sinônimo de descanso, mas para outros o lazer vem através do movimento, com esportes. Muitos esportes já são consolidados nas praias de Niterói: futevôlei, vôlei de areia, stand up e surfe mas há esportes novos que vem ganhando cada vez mais adeptos como beach tenis, futemesa e até o frescobol. Porém todos tem uma coisa em comum, a praia como o campo de jogo.

Quem nunca foi à praia e viu pessoas jogando frescobol? Antes um lazer paras crianças agora se torna mais profissional nas mãos de adultos.
“Eu sempre joguei quando criança, mas um dia vi um kit de raquete e bolinha vendendo e comprei para jogar com meu irmão. No início era apenas ‘balãozinho’, hoje já arriscamos até umas cortadas e o bom que trabalha várias partes do corpo, além de ser divertido”, contou Julio Oliveira, de 26 anos.

Outro esporte que já ganhou a graça dos niteroienses é a famosa altinha. Não precisa de muito; uma roda de amigos e uma bola, por isso seja de dia ou de noite sempre há uma roda de altinha da Zona Sul a Região Oceânica de Niterói.

“É uma reunião de amigos e a gente aproveita para se exercitar. Sempre há a brincadeira, a chacota, então a gente nem percebe que tá se exercitando, só quando a gente para que percebe”, contou Ricardo Ferreira, de 19 anos.

O que muitos não sabem é que o esporte na praia, principalmente na areia, vai muito além da diversão. O fisioterapeuta Felipe Brito, de 34 anos, foi um que sentiu na pele o benefício do esporte na areia. Com uma lesão no tornozelo ele percebeu a melhora significativa após começar a praticar o futevôlei em uma escola de esporte nas areias de Icaraí, a MF Futevôlei.

“Nunca tive muito prazer em correr ou fazer exercícios aeróbicos e vi que a dor melhorar bastante com o esporte na praia, houve um fortalecimento da articulação. Além disso, você melhora o equilíbrio e a força articular na areia. Comigo foi ótimo, e serve para joelho, quadril, melhora todas as articulações. Praticar exercício na areia exige mais de forças muscular, sem contar de parte cardíaca. Sempre recomendado acompanhamento médico”, esclareceu o fisioterapeuta que lembrou também de outro esporte que tem ganhado as areias de Icaraí, o futemesa.

“O lance do futemsa veio dos amigos, não sei quem inventou o esporte, mas eu tenho quase certeza que nasceu no Rio do Janeiro. A galera gostou e é bem bacana. Começou para esperar enquanto não tava jogando futevôlei. Hoje há quem vá para praia para isso e nem joga o futevôlei. Eu jogo o máximo possível dos dois”, brincou Felipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *