Praça do Feijão está com sinais de abandono

Quem mora no Paraíso, em São Gonçalo, percebe diariamente a discrepância entre o significado do nome do bairro e a realidade da falta de estrutura nas ruas, calçadas e praças. A Praça do Feijão, que fica na Rua Francisco Portela, é um exemplo clássico de que, no bairro, o paraíso está muito longe. A praça em questão é constante alvo de reclamação dos gonçalenses, que dessa vez apontam bancos e mesas quebrados.

Um aposentado que preferiu não se identificar explicou que o abandono deixa os moradores do entorno chateados. “Estamos no momento de isolamento e distanciamento social. Mas se a praça estivesse arrumadinha e fosse um lugar gostoso de ficar eu poderia ir de manhã cedo pegar um solzinho. Mas tudo está tão deteriorado que nem dá vontade de ir nesse espaço”, lamentou.

Além dos bancos quebrados também há buracos no chão e falta de poda de árvores, o que faz o lugar não ser seguro na parte da noite. “Fico chateado de ver meu bairro assim. Essa praça poderia ser bem cuidada. A cidade de São Gonçalo está sofrendo com muito abandono e essa praça é mais um retrato disso”, resumiu o vendedor Luiz Carlos Júnior, 46 anos.

A Prefeitura de São Gonçalo foi questionada sobre o assunto e informou que está fazendo um levantamento detalhado das áreas públicas para criar um planejamento para execução das obras mais complexas que se fizerem necessárias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano atua para garantir a limpeza e conservação das praças, através de reparos emergenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =