Poupa Tempo de São Gonçalo sem previsão de reabertura

Raquel Morais

Com encerramento das atividades desde o dia 26 de outubro de 2016, o Rio Poupa Tempo São Gonçalo não voltou a funcionar. Na época havia a promessa de um novo local que representasse despesas mais ‘baratas’. Porém, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento confirmou que não há previsão para reabertura da unidade São Gonçalo. Dos outros quatro postos, somente a unidade Bangu está em funcionamento e Grande Rio, Cantagalo e Central do Brasil temporariamente também estão fechadas. Mas o Governo do Estado está em negociação com o consórcio para a retomada das atividades para as duas últimas.

No Rio Poupa Tempo em São Gonçalo, que funcionava no Shopping São Gonçalo, a média de atendimento era de 2,5 mil serviços por dia entre Detran, Prefeitura de São Gonçalo, Procon, Secretaria de Estado de Transportes (Setrans), Correios, Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), Rioprevidência, Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab), entre outros serviços.

Até mesmo os vendedores do shopping, que fica no bairro Boa Vista, confirmaram a queda nas vendas no centro comercial, já que diminuiu muito o movimento após o fechamento. “Já fiz alguns procedimentos de documentos no Poupa Tempo e realmente era muito rápido. Acredito que essa foi uma das coisas que a população está sendo afetada por conta da crise do Estado”, resumiu o motorista Bruno da Costa, de 38 anos.

A pasta ainda acrescentou que as unidades Cantagalo e Central fecharam por falta de repasse aos consórcios. A unidade Grande Rio está em processo de chamamento público para instalação da unidade em um novo espaço sem custo. Na unidade Central do Brasil a entrega da Carteira de Trabalho e do Cartão do Vale Social estão ocorrendo normalmente, das 8h às 13h. Nas demais unidades, para retirada de documento ou marcação de atendimento é necessário procurar o órgão de origem da solicitação.

Em Niterói
Um projeto de lei do vereador Ricardo Evangelista (PRB) institui a implantação de Centrais de Atendimento à População, denominado “Poupa Tempo Cidadão”. A ideia é concentrar em um único local a prestação de vários serviços públicos, diminuindo os custos e otimizando o tempo do cidadão.

Os serviços serão definidos em diálogo com a Prefeitura e com os demais vereadores, ao longo da tramitação de projeto, que atualmente está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. O “Poupa Tempo Cidadão” será subordinado a Coordenadoria de Mobilização Cidadã, da Subsecretaria Executiva.

Para o vereador, a criação dessas centrais é um direito dos moradores de Niterói.

“Muitas pessoas têm dificuldade em obter informações sobre serviços, locais e como resolver problemas com o poder público local. Isso ocorre, principalmente com quem não tem acesso à internet”, afirmou Evangelista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 17 =