Poste quebra e deixa comércio no Centro de Niterói sem luz

Um poste localizado no Centro de Niterói, em frente à Feira de Petrópolis, ao lado do Shopping Bay Market, rachou e quase atingiu uma banca de jornal que se encontrava ao lado. O incidente aconteceu por volta das 15 horas da tarde e deixou todas as lojas do interior da feira, tradicional comércio da área, sem energia. Funcionários da concessionária responsável pelo serviço, a Enel, se encontravam na área fazendo os reparos.

De acordo com uma das funcionárias que trabalham em uma das lojas, Valquíria Lima, os lojistas perceberam um pico de luz constante e alguns objetos queimaram no momento em que o poste quebrou.

“A gente estranhou que algumas coisas começaram a queimar do nada e quando fomos em direção ao poste para ver o que estava acontecendo, vimos que ele rachou e arriou. Parecia até que um caminhão bateu, mesmo não tendo acontecendo nada disso. Depois, um transformador chegou a ter um princípio de incêndio. Teve até uma faísca que chegou a atingir um dos seguranças. Graças a Deus, não aconteceu nada. Só que infelizmente tivemos um prejuízo grande. A Enel não falou nada sobre o que vai fazer em relação às perdas que tivemos no dia de hoje”, conta a vendedora.

Valquíria também explica que a feira precisou fechar após a gerente da feira receber o aviso de que a energia só voltaria após um trabalho que duraria, pelo menos, cinco horas. A vendedora explicou que hoje estava acontecendo uma ação promocional para atrair mais clientes, pois o ritmo das vendas está “caindo muito nos últimos meses”. Mas com a falta da energia, o trabalho precisou ser interrompido.

A Enel informou que “o entorno do poste foi isolado, para evitar riscos para a população e os técnicos seguem trabalhando. Por se tratar de uma via com grande fluxo de pedestres, os reparos podem levar mais tempo para serem concluídos”.

Outro motivo que motivou o encerramento do expediente foi a completa escuridão que tomou conta do comércio. Temendo serem roubados, os lojistas preferiram fechar também com medo de uma possível ação de ladrões pela falta de segurança.

Apesar dos relatos sobre um princípio de incêndio, não havia ninguém do Corpo de Bombeiros no local até o fechamento desta matéria. Procurada para falar sobre o incidente, a corporação não atendeu aos contatos feitos pela reportagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + quatro =