Portal Vacinação é lançado pela Secretaria de Saúde

O portal Vacinação Covid foi lançado ontem com o objetivo de esclarecer dúvidas e dar mais transparência aos dados relacionados à vacinação contra Covid-19 no estado do Rio de Janeiro. O hotsite (https://vacinacaocovid19.saude.rj.gov.br/) mostra um vacinômetro, um simulador de fases de vacinação, onde o cidadão fluminense poderá saber em que etapa da campanha ele se encaixa, além de uma área com perguntas e respostas.

“A ideia é darmos cada vez mais transparência aos dados de saúde. Com o Painel Covid, que entrou no ar no início de janeiro, criamos uma forma objetiva e simplificada para apresentar as notificações de casos de Covid, a taxa de ocupação de leitos e outras informações relativas à pandemia do novo coronavírus. Agora, neste portal, vamos garantir que a população receba informações seguras e tire suas dúvidas sobre a vacinação”, disse o secretário de Saúde Carlos Alberto Chaves.

No site também será possível esclarecer dúvidas como segurança da vacina, público a ser vacinado, efeitos adversos, entre outras informações que auxiliem no combate às notícias falsas relacionadas ao tema. O portal estará em constante atualização, buscando reunir informações e notícias sobre a vacinação.

Vacinômetro – O portal traz uma ferramenta de monitoramento do número de pessoas já imunizadas contra Covid-19 nos 92 municípios do estado. O contador será atualizado diariamente. O balanço é realizado por meio de busca ativa, a partir da Gerência de Imunização da Vigilância Epidemiológica da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, junto às coordenações/gerências de imunização das secretarias municipais de Saúde.

Simulador de fases da vacinação – Após preencher informações como data de nascimento, atividade profissional, doenças diagnosticadas e condição atual, o usuário ficará sabendo em qual fase da vacinação ele se encaixa. O objetivo é que a pessoa possa estar orientada para o momento de se vacinar.

Dúvidas frequentes – Um questionário de perguntas e respostas foi elaborado pela Superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES com as principais dúvidas sobre a vacina e a definição de prioridades do Programa Nacional de Imunizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + dez =