Políticos ligados a Bolsonaro perdem seguidores no Twitter

O Twitter resolveu fazer uma limpa nas contas de figuras políticas que são aliados do presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (14).. Pessoas como o ex-ministro da educação, Abraham Weintraub e o deputado federal niteroiense Carlos Jordy (PSL-RJ) foram alguns dos que questionaram a repentina perda de seguidores.

Duas horas após a primeira publicação, Weintraub disse que ‘já voltaram uns 2500″.

Apesar dos usuários em questão reclamarem de uma possível censura, a plataforma informou que periodicamente suspende perfis suspeitos de não serem operados por pessoas e durante a suspensão eles deixam de entrar na contagem de seguidores. 

“Com o objetivo de proteger a integridade e a legitimidade de conversas em seu serviço, o Twitter regularmente solicita que contas com comportamentos suspeitos em todo o mundo confirmem detalhes como senha ou número de celular, comprovando que existe uma pessoa por trás delas. Até que cumpram essa etapa de confirmação, as contas ficam temporariamente desabilitadas, com funcionalidades limitadas, e deixam de entrar no cálculo para contagem de seguidores. Isso significa que esse número pode oscilar quando fazemos essas checagens regulares globalmente”, informou o Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 12 =