Policial militar reformado preso acusado de matar a mulher na Região dos Lagos

Um policial militar reformado, de 72 anos, identificado como Mário Calixto, foi preso no último sábado (15), acusado de crime de feminicídio, ao matar a mulher a tiros em Arraial do Cabo. O casal residia em Maricá e estava passando o fim de semana no município da Região dos Lagos. O militar se entregou horas após o crime, em Araruama. Policiais não divulgaram a identificação da vítima.

Testemunhas disseram que o homicídio ocorreu, na Rua Rebeche, no bairro Praia Grande, na noite de sábado, e o corpo da vítima foi encontrado dentro de um veículo, com marcas de quatro tiros. Ainda na noite de sábado policiais de serviço na 132ª DP (Arraial do Cabo) receberam denúncias sobre o crime, sendo informados que o assassinos teria fugido após o crime, mas que depois havia se entregado no Departamento de Policiamento Ostensivo (DPO), de Praia Seca, em Araruama.

Em seguida o assassino foi encaminhado para o 25º BPM (Cabo Frio), e de lá para a 126ª DP. De acordo com a Polícia Civil, o casal era de Maricá e estava em uma casa alugada há um mês em Arraial do Cabo. Ainda, segundo as investigações, o policial e a esposa teriam passado o dia em um quiosque e, após uma discussão, iriam voltar para Maricá. Durante a volta, eles se desentenderam novamente e o policial atirou na esposa. A PM informou que o PM reformado depois de autuado foi encaminhado para a  Unidade Prisional da PM, no Fonseca, em Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + um =