Policial civil é investigado por estupro contra neta em Maricá

O significado da palavra lar geralmente é relacionado ao local onde é possível encontrar acolhimento e proteção, seja ao lado de familiares ou amigos. Contudo, não são raros os casos em que o lar se transforma em ambiente de perturbação e violação da dignidade. A Polícia Civil investiga um triste caso em que uma adolescente, de 14 anos teria sido abusada sexualmente.

O principal suspeito do crime é o próprio avô da jovem, que tem 62 anos e, de acordo com informações da Polícia Militar, é policial civil no Estado do Piauí. A denúncia do crime foi feita, nesse domingo (25), por uma testemunha, que acionou a PM. Segundo a corporação, a pessoa que fez o acionamento relatou que o fato teria acontecido um dia antes, no sábado (24).

Uma equipe do 12º BPM (Niterói) foi acionada ao local, em Inoã, onde estavam o acusado, a vítima e testemunhas. Em diálogo com os policiais militares, a vítima teria confirmado o abuso. As pessoas que estavam no local foram conduzidas à 82ª DP (Maricá). Na distrital, o suspeito foi ouvido e liberado. Segundo a PM, um inspetor informou que isso aconteceu por não ter havido flagrante.

Caso foi registrado na 82ª DP – Foto: Arquivo

A reportagem de A TRIBUNA entrou em contato com a Polícia Civil e questionou quais razões levaram a delegacia a liberar o acusado. Também foram questionados quais serão os próximos passos da investigação. Até o momento desta publicação, não havia sido emitido posicionamento. A jovem está sob o cuidado de familiares.

Números preocupantes

O quantitativo de crimes de estupro, na cidade de Maricá, apresentou um leve aumento, neste ano, se comparado a 2020, segundo apontam dados mais recentes do Instituto de Segurança Pública (ISP). No primeiro semestre de 2021, foram contabilizados 29 casos, contra 27, no ano passado. Já em relação ao mês de junho, foram registrados 2 casos tanto neste ano, quanto em 2020.

Araruama

Um acusado de estupro foi preso, na quinta-feira (22), em Araruama, mas o caso foi divulgado apenas nesta segunda (26). A prisão foi realizada por agentes da 118ª DP (Araruama). O crime, segundo a Polícia Civil, ocorreu em 2011 e causou comoção na cidade.

A partir da denúncia de que um foragido da Justiça estaria escondido na casa de parentes, no município de Bom Jesus do Itabapoana, Região Noroeste, os agentes foram até o local para verificar as informações. Após monitoramento, os policiais prenderam o autor. Ele foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =